Direitos de transmissão da NBA nos EUA podem chegar a US$ 76 bilhões

Buscar

Direitos de transmissão da NBA nos EUA podem chegar a US$ 76 bilhões

Buscar
Publicidade

Mídia

Direitos de transmissão da NBA nos EUA podem chegar a US$ 76 bilhões

De acordo com reportagem do Wall Street Journal, liga de basquete dos Estados Unidos estaria próxima de acertar parceria com NBC, ESPN e Amazon.com pelos próximos 11 anos


5 de junho de 2024 - 13h00

NBA

(Crédito: Adobe Stock)

A National Basketball League (NBA) está perto de fechar um acordo de transmissão recorde com grupos de mídia nos Estados Unidos.

De acordo com reportagem do Wall Street Journal, A NBA deve firmar acordos com a NBC, da Comcast, com ESPN, da Disney e com a Amazon.com irá gerar uma receita de mídia de US$ 76 bilhões nos próximos onze anos.

Não é somente a alta popularidade do esporte que faz com que a negociação pelos direitos de transmissão da NBA seja um momento importante para o mercado de televisão dos Estados Unidos. A perda recente de assinantes, diante das novas opções de consumo, torna o esporte e os eventos ao vivo elementos ainda mais valiosos para os grandes players de mídia.

A reportagem do Wall Street Journal destaca o paradoxo atual da indústria, que passa a depender essencialmente desses grandes direitos para assegurar audiência e anunciantes, e que se veem diante de negociações com preços cada vez mais elevados.

Valores da NBA

Ainda segundo a reportagem do Wall Street Journal, o acordo da NBC pelos direitos de transmissão envolveria o pagamento de cerca de US$ 2,5 bilhões por ano. A negociação compreenderia a transmissão de 100 jogos por temporada, aproximadamente, sendo que metade deles estaria disponível apenas no serviço de streaming Peacock.

Já a Amazon teria um acordo anual no valor de US$ 1,8 bilhão, que daria direito a transmitir jogos da temporada regular e dos play-offs. A empresa também teria direito a exibir as partidas das finais da liga, que geralmente são transmitidas por todos os parceiros, em esquema de rodízio.

Parceira de longa data da NBA, a Disney teria renovado o acordo para seguir com a exibição das finais pela ESPN. De acordo com a reportagem, a empresa pagaria bem mais para a liga de basquete nessa renovação. Atualmente, o contrato entre Disney e ESPN gira em torno de US$ 1,5 bilhão por ano e passaria para US$ 2,6 bilhões anuais.

Warner Bros. Discovery deixaria de exibir NBA

Esses novos acordos deixariam de fora das transmissões a Warner Bros. Discovery, que há décadas exibe os jogos da NBA pelo canal Turner Sports. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal disseram que o grupo poderia deixar de brigas pelos direitos da liga por conta das altas dívidas que enfrenta no momento. A reportagem pontua, contudo, que ainda é possível que o grupo faça uma proposta pela competição.

Publicidade

Compartilhe

Veja também