Estadão Blue Studio centraliza liderança e cria área de estratégia

Buscar

Estadão Blue Studio centraliza liderança e cria área de estratégia

Buscar
Publicidade

Mídia

Estadão Blue Studio centraliza liderança e cria área de estratégia

Braço de branded content do Grupo Estado unifica liderança em Daniel Canello e anuncia nova área com foco comercial e para melhoria de divulgação de sua estrutura


5 de setembro de 2023 - 6h03

Braço de branded content do Grupo Estado, o Estadão Blue Studio está com nova organização. Sob a liderança centralizada do diretor-executivo Daniel Canello, o hub passa a operar por meio de estrutura multidisciplinar que envolve planejamento, criação, conteúdo, eventos, customer success e a recém-criada área de comunicação e estratégia.

estadão blue studio

Case do Estadão Blue Studio junto à Embratel: cobertura editorial aliada a conteúdo jornalístico branded para acompanhar a chegada do 5G (Crédito: Reprodução/Estadão Blue Studio)

“Tudo estando sob uma única direção – desde a criação, planejamento e estratégia de comunicação, implementação até o pós venda – há uma esteira única e integrada que facilita nosso cotidiano”, declara Caenllo. A integração, afirma, melhora a experiência do cliente e é isso que tem guiado as decisões.

Foco comercial

Enquanto isso, a área de comunicação e estratégia, liderada por Fábio Costa, chega com foco comercial. Uma das razões é para ter um olhar mais profundo em carteiras específicas de cliente, bem como manter um relacionamento com os parceiros que têm projetos com o Blue Studio e que tem potencial de desenvolvimento dentro da área no médio e longo prazo.

Em relação à comunicação, a intenção é estruturar a divulgação do hub ao mercado. Ações iniciais, como um novo website, já começam a mostrar os frutos da nova estratégia.

Lançada em 2021, a estrutura acompanhou a evolução do mercado acerca do conceito de branded content de fazer publicidade com cunho informativo. “Vemos a questão do conteúdo como a principal estratégia de comunicação com as marcas como uma tendência quase que inexorável”, afirma Canello.

Modelo ultrapassado

“O modelo da mídia de inventário é um modelo já ultrapassado. Notamos aumento da demanda no mercado por projetos. as empresas nos trazem os desafios – são problemas ou necessidades de comunicação”, complementa.

Daniel Canello, diretor-executivo (Crédito: Divulgação)

Ademais, por conta da pandemia, o Blue Studio foi forçado a realizar uma revitalização do portfólio para migrar suas iniciativas para o digital. Ao todo, mil projetos já foram executados, bem como mais de 1 bilhão de impactos. Atualmente, mais de 40% da receita publicitária do Grupo Estado vem do Estadão Blue Studio.

Ainda, a atualização também é premissa constante. Mesmo que não configure-se como um early adopter por questões de credibilidade, a operação já emprega a inteligência artificial em otimizações de matéria no site, bem como melhoria de processos de trabalho a partir da tecnologia.

Como o Estadão Blue Studio trabalha?

O Estadão Blue Studio trabalha tanto de forma ativa quanto passiva. Na primeira delas, a construção de projetos acontece por meio da busca do comercial por questões junto aos clientes, resultando na elaboração de projetos.

Por outro lado, o time do hub também propõe projetos às marcas a partir de leituras de mercado. Há ainda uma terceira via, conforme aponta Canello. A partir da composição de equipes multidisciplinares, o hub trabalha em parceria com agências e até mesmo clientes, a fim de aportar valor em um cenário mais indefinido.

Assim, a projeção para o restante do ano é otimista. O porta-voz declara que o mercado é tipicamente mais aquecido no segundo semestre. Mas, segundo ele, existem grandes desafios, sobretudo operacionais. Entre os quais estão os de crescimento, geração de receita significativa e viabilização de contingente maior de projetos de clientes e os já estipulados em calendário, como o Summit Educação, Agro e Saúde, entre outros eventos.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Levantamento da Brain investigou hábitos de consumo de redes sociais entre diversas faixas etárias; WhatsApp é o app líder entre todas as gerações

  • Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Após ter aumentado assinatura no mercado norte-americano, plataforma também terá novos valores no País a partir de setembro