DE 26 A 29 DE FEVEREIRO DE 2024 I BARCELONA – ESP

Opinião

Redes 5G transformam setores como saúde, logística e mineração

O 5G, aliado à IA e à IOT, permite maior produtividade, segurança, rapidez e inteligência em operações complexas


6 de março de 2023 - 16h29

(crédito: reprodução)

Nos últimos três anos, desde o surgimento das primeiras redes privadas 5G, acompanhamos a criação de novos produtos e serviços e de novas formas de gestão de sistemas complexos, que mostram a emergência de um mundo mais conectado e inteligente. O 5G oferece respostas rápidas e precisas e, aliado à Internet das Coisas e à Inteligência Artificial, é um acelerador de novos modelos de negócios e de novos modos de gestão.

Histórias de sucesso, apresentadas no MWC 2023, enfatizam que essa realidade está cada vez mais próxima de nós e que é necessário que empresas, instituições e governos estejam aptos a fomentar seu desenvolvimento e aproveitar toda a sua potencialidade. Conheça a seguir três cases que estão mudando setores tão diferentes quanto logística, mineração e saúde:

Porto de Tianjin, na China

Uma das histórias mais impressionantes é a do Sistema de Transporte Horizontal Inteligente sem fio implantado no Porto de Tianjin, na China. Trata-se de uma solução de automação de uma zona portuária de grande porte, que opera sem trabalho humano manual e com zero emissão de carbono. Tianjin é o primeiro porto no mundo a integrar tecnologias digitais com resultados notáveis em termos de eficiência, segurança, precisão e redução de custos. O porto emprega tecnologias da Huawei, como o 5G, cloud computing, autonomous driving network (ADN) e Inteligência Artificial para administrar uma operação complexa com o mínimo de supervisão humana.

O sistema de transporte autônomo conta com uma frota de 76 veículos de transporte, denominados veículos guiados inteligentes, ou VGIs, que trabalham em conjunto com as gruas para carregar, descarregar e armazenar cargas dos navios atracados. Os veículos também possuem condução autônoma L4, o que significa que não necessitam de intervenção humana para trabalhar. Os VGIs são enviados para o guindaste e, graças a um planejamento digital da rota, cada um chega em perfeita sincronia para receber um contêiner. O sistema de posicionamento de alta precisão garante o alinhamento e evita acidentes. Em seguida, cada VGI move seu conteúdo para o local atribuído. Este sistema é tão bom que tem uma taxa de falha de apenas 0,1%.

Minas de Wulan Mulun, Mongólia

Em uma mina de carvão na Mongólia, foi instalado um sistema digital baseado em 5G e Inteligência Artificial para garantir operações mais seguras e precisas. A digitalização e a transformação digital da mina permitiram a redução de custos e de tempo e a garantia de maior segurança e produtividade. Um dos desafios na implantação do sistema foi o de permitir a interconectividade e a interoperabilidade dos diversos equipamentos e eliminar a inacessibilidade aos dados. Para tanto, foi desenvolvido um sistema operacional específico, que oferece protocolos unificados para diferentes equipamentos e simplifica as operações de inspeção e controle. Além desse sistema, a conectividade do 5G e da fibra óptica garantem o funcionamento da rede mesmo nos lugares mais distantes da superfície. Essas tecnologias permitem o controle remoto de equipamentos e das operações subterrâneas, realizado com câmeras de vídeo integradas ao 5G e à Inteligência Artificial, melhorando assim o ambiente de trabalho e a segurança dos trabalhadores.

Hospital Siriraj, Tailândia

Em parceria com a Huawei e com Ministério das Comunicações tailandês, o projeto “Siriraj World Class 5G Smart Hospital” utiliza tecnologias como 5G, Inteligência Artificial e computação em nuvem para melhorar os serviços médicos, a qualidade do atendimento e a eficiência geral. O desenvolvimento do Siriraj Hospital em uma instalação inteligente 5G consiste em vários subprojetos: serviços médicos de emergência inteligentes, salas de emergência inteligentes, sistema de diagnóstico patológico com 5G e IA, plataforma de IA para doenças não transmissíveis, gerenciamento de inventário inteligente, logística inteligente com carro autônomo, computação de ponta multiacesso e um sistema de nuvem híbrida.

Atualmente, a economia digital já representa 50% de toda riqueza produzida no mundo. Estamos somente nos ensaios desse processo que, daqui por diante, se desenvolverá de maneira exponencial.

Publicidade

Compartilhe