DE 26 A 29 DE FEVEREIRO DE 2024 I BARCELONA – ESP

Opinião

Redes de fibra óptica de alta performance e sustentabilidade são destaque

As redes de F5G (5G fixas) são a grande aposta do mercado para popularizar a conectividade ultrarrápida nos próximos anos


8 de março de 2023 - 8h23

(Crédito: Shutterstock)

A expansão das redes de fibra óptica e o acelerado desenvolvimento da banda larga estão gradualmente transformando a economia e criando uma sociedade mais inteligente e inclusiva. Com uma comunicação mais ágil e colaborativa, setores importantes como educação, saúde, indústria, agricultura, transporte e logística estão passando por mudanças que criarão novas oportunidades para as empresas e as pessoas.

Por esses motivos, na última edição do MWC 2023, encerrada na semana passada, a fibra óptica foi o centro das atenções de fabricantes e de operadoras. Chegou-se à conclusão que esta tecnologia é a melhor opção para o desenvolvimento de redes fixas de informação mais ecológicas e de baixo carbono, pois utilizam materiais mais sustentáveis em sua fabricação, como o vidro, são mais duráveis, mais seguras, possuem alta eficiência energética e geram menos desperdício. Uma rede totalmente óptica pode contribuir muito para o desenvolvimento de uma economia verde e inclusiva.

A Gigabit Optical Network (rede óptica de gigabit) foi um dos nossos focos no MWC 2023, sendo parte importante da Quinta Geração das redes fixas, intitulada F5G. Apresentamos soluções que visam acelerar a adoção desta tecnologia nos próximos anos. No futuro, com sua popularização, a Gigabit Optical Network deve chegar a 10 gigabit/s onipresentes. A título de comparação, as redes atuais atingem, em média, menos de 1 gigabit/s.

Trabalhamos em parceria com as principais operadoras e líderes do setor para construir a Green Gigabit All-Optical Network. Consultorias especializadas estimam que essa nova rede pode gerar um mercado avaliado em US$1 trilhão.
Para que residências, escritórios e indústrias usufruam dos benefícios da fibra óptica, atualizamos a série FTTR (fiber-to-the-room) em design, taxa, cobertura, roaming, simultaneidade e serviços, garantindo competitividade às operadoras, melhorando a experiência dos usuários e promovendo novas oportunidades de negócios.

Foi apresentada também uma nova geração da tecnologia Passive Optical Network (PON), que contribui com a evolução da rede e acelera a jornada para o 10 gigabit. A Gigabit PON (GPON) pode ser utilizada em redes metropolitanas WDM (tecnologia que permite a transmissão de vários feixes de luz em comprimentos de onda diferentes dentro de uma mesma fibra óptica) e possui uma arquitetura mais simples.

Para mostrar a importância dessas tecnologias, a Huawei, em parceria com a Softex e a Teleco, lançaram um whitepaper intitulado F5G – o Brasil Conectado. Trata-se de um artigo que mostra como as redes fixas de alta velocidade devem transformar a forma como produzimos, vivemos e consumimos.

Publicidade

Compartilhe

Veja também