Diante de polêmica, C&A defende diversidade

Buscar

Comunicação

Publicidade

Diante de polêmica, C&A defende diversidade

Após críticas sobre sua campanha de Dia dos Namorados, marca se posiciona fazendo um convite à mistura de atitudes

Bárbara Sacchitiello
20 de maio de 2016 - 17h31

Dia-dos-Misturados-CeA

Nas cenas do comercial, casais invertem suas roupas (Crédito: Divulgação)

Pelo segundo ano consecutivo, uma mesma agência de publicidade, na mesma data comemorativa e com uma abordagem semelhante, consegue gerar polêmica e discussões na internet. Enquanto no ano passado a AlmapBBDO virou assunto pelo comercial criado para O Boticário, no qual mostrava casais heterossexuais e homossexuais trocando presentes no Dia dos Namorados, agora, a agência está no alvo das discussões do público por conta da campanha feita para a C&A.

Menos de 24 horas depois de sua primeira exibição na TV aberta, o comercial da rede varejista já recebeu elogios e críticas, dividindo opiniões. Para divulgar as opções de presentes para o Dia dos Namorados, a AlmapBBDO criou o “Dia dos Misturados”, exibindo cenas em que casais invertem suas roupas enquanto passeiam e fazem programas românticos. Na sequência, vários casais são formados, desfeitos e trocados rapidamente, embalados pela trilha sonora. A assinatura “C&A. Misture, ouse, experimente” reforça o conceito. Assista:

A campanha segue a linha apresentada no comercial anterior da marca (o primeiro assinado pela AlmapBBDO, que conquistou a conta de C&A há alguns meses). Com um discurso em prol da liberdade, experimentos e diversidade, a rede varejista procurou mostrar sua moda como um instrumento de afirmação da personalidade, conferindo liberdade para cada um vestir e usar o que quiser.

Nas redes sociais, foram vários os elogios a postura da C&A, por ter encarado a questão de liberdade de escolha e de equilíbrio entre os gêneros de forma leve e descontraída. Da mesma forma, algumas pessoas não gostaram de ver a marca apresentando homens usando roupas femininas e vice-versa. A cantora gospel Ana Paula Valadão foi um exemplo do grupo que rejeitou o comercial. Além de um post crítico em seu perfil na rede social, a cantora chegou a pedir aos evangélicos que boicotem à marca. Veja:

 

Questionada sobre a polêmica, a C&A se manifestou com o seguinte comunicado: “A nova campanha da C&A “Dia dos Misturados” tem como tema principal a celebração do amor e dá continuidade à nova visão da C&A sobre a Moda, lançada em março com a campanha “Misture, ouse e divirta-se. Livre de todo e qualquer tipo de preconceito e estereótipo, o novo filme, que celebra o Dia dos Namorados, faz um novo convite à mistura de atitudes, cores e estampas como forma de expressão. A C&A reforça que o respeito à diversidade, inclusive de opiniões, sempre foi um dos princípios da marca.”

Namorados de O Boticário
Nessa mesma época do ano passado, a AlmapBBDo enfrentava a polêmica em torno da campanha “As sete tentações”, criada para O Boticário em comemoração da data. Rejeitado por um grande grupo de pessoas e defendido por muitas outras, o comercial chegou a ser julgado no Conselho Nacional de Autorregulamento Publicitária (Conar), sendo, posteriormente, absolvido. A campanha acabou sendo premiada no Effie Awards e a marca foi homenageada pelo seu apoio à causa da diversidade. Relembre o comercial:

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”