As mil e uma utilidades de Carlos Moreno

Buscar
background_bombril

Comunicação

Publicidade

As mil e uma utilidades de Carlos Moreno

Após décadas com a Bombril, garoto-propaganda recordista encerra parceria com a marca


17 de fevereiro de 2017 - 8h48

Bombril e Carlos Moreno são sinônimos. Se um único exemplo pudesse ilustrar a profundidade da relação entre garoto-propaganda e marca é a parceria que ambos mantiveram por mais de trinta anos. Desde 1978, Moreno foi muito além do que emprestar seu carisma para construir a marca, deu vida a um personagem que fez parte de muitas gerações.Essa parceria chegou ao fim, de forma definitiva, nesta semana quando Moreno afirmou, em entrevista ao jornalista Daniel Castro, que rompeu definitivamente com a marca.

Não é a primeira vez que isso ocorre. Em 2013, Moreno já havia sido substituído por Dani Calabresa, Monica Iozzi e Ivete Sangalo, mas chegou a gravar com elas. Nos últimos meses, seu contrato não era exclusivo, tanto que chegou a gravar para marcas como Rei do Mate e Ourocard. “O contrato estava para acabar. Me fizeram uma proposta de renovação, mas era meio absurda. Então chegamos num consenso: já que não estava sendo aproveitado, não tinha nenhuma perspectiva de trabalhar, não fazia sentido eu continuar contratado” disse Moreno a Daniel Castro.

O mais longevo personagem da história da publicidade brasileira foi criado em 1978 por Washington Olivetto e Francesc Petit, na então DPZ. Segundo o Guinness Book, Moreno é, desde 1994, o garoto-propaganda que mais tempo ficou no ar. Procurada, a Bombril não comentou as declarações de Moreno. Alguns vídeos que mostram a versatilidade de Moreno e seu personagem:

Dança do Bombril

Garoto Bombril readmitido

Garotos Propaganda

Telefonema

He-man

Silvio Santos

Pouporri

Che Guevara

Plim-Plim

Joãozinho

Bombril e Cica

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • bombril

  • carlos moreno

  • propaganda

  • publicidade

  • Washington Olivetto

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”