Os estreantes do Cannes Lions: Alberto Lopes

Buscar

Comunicação

Publicidade

Os estreantes do Cannes Lions: Alberto Lopes

Meio & Mensagem mostra as impressões dos brasileiros que irão julgar os trabalhos no Festival; sócio da vetor-zero participa do júri de Film Craft

Bárbara Sacchitiello
6 de junho de 2018 - 15h01

Alberto Lopes conquistou o primeiro Leão de Ouro em Cannes da carreira em 1995 (Crédito: Divulgação)

Desde 1995, Alberto Lopes é presença confirmada no Cannes Lions. Naquela ocasião, o sócio da produtora Vetor Zero foi ao festival pela primeira vez por um motivo nobre: subir ao palco junto com a equipe da F/Nazca, para receber um Leão de ouro pelo comercial “Formigas”, que sua produtora assinou para a Philco.

Vinte e três anos – e diversas outras conquistas de Leões depois – Lopes volta a Cannes mais uma vez para uma função inédita em sua trajetória no evento. O sócio da produtora será o único brasileiro a participar do júri de Film Craft, uma das categoriais de mais destaque do evento por avaliar os critérios plásticos, tecnológicos e artísticos que envolvem os filmes publicitários. “É um privilégio que chega junto com uma responsabilidade enorme em um ótimo momento da minha carreira”, define.

O primeiro contato com os cases inscritos neste ano, durante a fase online de avaliação do júri, ajudaram Lopes a definir os critérios que utilizará para avaliar quais peças são merecedoras de Leões. A tarefa, no entanto, não é fácil. “Neste período de pré-julgamento acontece uma afinação de critério, pois a partir do entendimento de cada trabalho vão se definindo os extremos e logo surge uma escala entre eles que se traduz em notas. Mas não é nada fácil. Tanto que, depois dos primeiros 50 filmes, voltei para o primeiro e reiniciei a avaliação com mais segurança”, revela o sócio da Vetor Zero.

Apesar da grande responsabilidade em avaliar os trabalhos em Cannes, não falta experiência de júri na carreira do profissional. Ele já participou, como jurado, de festivais como Fiap, Ciclope e El Ojo de Iberoamerica e pontua que sempre é uma experiência produtiva defender as ideias e explicar o valor de trabalhos a outras pessoas. Essa mesma tarefa ele realizará em Cannes, quando se reunirá com os demais jurados de Film Craft para avaliar as peças já previamente selecionadas.

Quando o festival terminar, Alberto Lopes pretende retornar ao Brasil trazendo muito aprendizado da experiência que classifica como intensa. “Pretendo fazer meu melhor na edição de um shortlist consistente”,diz.

Leia também outros perfis da série “Os estreantes do Cannes Lions”:
Bruno Abner
Paula Lindenberg
Giovanni Vannucchi
Fernando Guntovitch
Alessandra Sadock

Saulo Rodrigues

Andrea Siqueira
Cesar Toledo
Kito Siqueira
Patricia Bartuira
Paulo Coelho

Crédito da imagem no topo: Eduardo Lopes/Imagem Paulista

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • jurados

  • Cannes Lions

  • Alberto Lopes

  • Film Craft

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”