Anúncios na TV convencem mais que digital, diz estudo

Buscar

Mídia

Publicidade

Anúncios na TV convencem mais que digital, diz estudo

Pesquisa da Discovery mostra que a conversão de compra entre os brasileiros é 36% maior após comerciais vistos em televisores do que em plataformas online


1 de julho de 2016 - 18h41

A relação entre os espectadores e o conteúdo televisivo é tema do estudo recente da Discovery Networks. A pesquisa Television Beyond TV – Expandindo o significado da televisão revelou que, mesmo com a maior incidência de dispositivos móveis, o aparelho de televisão permanece preponderante. Dos 500 brasileiros entrevistados, 63% assistem a conteúdos audiovisuais na TV diariamente. No computador, essa frequência cai para 21%. Smartphones (10%) e tablets (6%) aparecem na sequência.

A expansão do conteúdo para outras telas não mudou a preferência dos brasileiros, uma prova é que 65% afirmam que o aparelho de TV permanecerá como principal item na sala nos próximos anos. Essa relação emocional também favorece as marcas. Dos participantes do estudo, 66% dizem que os anúncios transmitidos pela TV se converteram em compra, contra 30% dos veiculados em plataformas online. O estudo também mostra que 81% estão atentos às propagandas transmitidas nos intervalos da TV linear enquanto 44% prestam atenção nos anúncios online.

Além do Brasil, a pesquisa ouviu 4500 pessoas, entre 16 e 54 anos, em oito mercados, entre eles México, Estados Unidos, Dinamarca e Suécia. Com 500 participantes, o Brasil representa 11% da amostra. O levantamento foi desenvolvido pela área de Pesquisa e Insights da Discovery Networks em parceria com o Instituto Sparkler.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Instituto Sparkler

  • Pesquisa e Insights da Discovery Networks

  • Television Beyond TV – Expandindo o significado da televisão

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”