Três casas de apostas passam a fazer parte do Conar

Buscar

Três casas de apostas passam a fazer parte do Conar

Buscar
Publicidade

Comunicação

Três casas de apostas passam a fazer parte do Conar

Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária formaliza a adesão de Betano, Caesar’a e Rei do Pitaco em prol da criação de diretrizes éticas de comunicação


24 de maio de 2024 - 16h34

(Crédito: Reprodução)

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) firmou de adesão com três empresas do segmento de apostas: Betano, Caesar’s e Rei do Pitaco.

Pela iniciativa, as empresas passam a fazer parte da entidade e formalizam a parceria em prol da manutenção de uma comunicação ética e com boas práticas para o setor.

“A adesão formal das empresas de bet às normas éticas praticadas pelo Conar é um sinal especialmente positivo, demonstrando a rápida maturidade e compromisso deste importante segmento anunciante com os consumidores, por meio da publicidade responsável”, diz, em comunicado, Sergio Pompilio, presidente do Conar.

Conar e a publicidade do setor de apostas

Desde o ano passado, quando a Câmara e o Senado começaram a debater a regulamentação da atuação das empresas de apostas no Brasil, o Conar vem atuando no sentido da definição de regras para que as ações de comunicação e promoção das marcas do segmento sigam determinadas diretrizes.

Logo no início do ano, logo depois da sanção da regulamentação das atividades das bets, o Conar publicou o Anexo X, um conjunto de regras a para a publicidade das plataformas de apostas.

Segundo a entidade, o Anexo X “apresenta um conjunto de regras proporcionadas, baseadas nas principais referências internacionais e calibradas de acordo com cada formato publicitário, que servem ao propósito central de melhorar o ambiente de comunicação comercial do segmento de apostas.”

Agora, ao comunicar a adesão das primeiras casas de apostas, o Conar relembra do convênio firmado, ainda em 2023, junto à Associação Nacional de Jogos e Loterias (ANJL) e o Instituto Brasileiro de Jogo Responsável (IBJR).

Além da elaboração das diretrizes para a comunicação do setor, o movimento do Conar e das empresas também envolve a criação de ações de divulgação para ampliar o conhecimento e adesão às regras, o manejo de queixas dos consumidores, o monitoramento e a análise de questionamento dos anúncios do Conselho de Ética do Conar.

Estão previstas, ainda, outras etapas em relação ao tema, como a avaliação do nível de conformidade às regras, bem como o permanente contato e cooperação com autoridade reguladora da atividade.

Publicidade

Compartilhe

Veja também