WPP prestes a encerrar operação da 9ine

Buscar

Comunicação

Publicidade

WPP prestes a encerrar operação da 9ine

Fundada em 2010, agência do ex-jogador Ronaldo Nazário não conseguiu sustentar o projeto de atuação no setor do marketing esportivo

Bárbara Sacchitiello
11 de julho de 2016 - 10h47

Ronaldo-Nazario

Afastamento do fenômeno do dia a dia da agência, em 2013, acabou afastando a 9ine do propósito de atuação na esfera do marketing esportivo (Crédito: Arthur Nobre)

A primeira empreitada do ex-jogador Ronaldo Nazário como empresário de marketing esportivo não deve ter um final feliz. A 9ine, lançada em setembro de 2010, deve ter suas atividades encerradas em breve pelo grupo WPP, um dos sócios do projeto, ao lado do próprio Fenômeno e do empresário Marcos Buaiz.

Criada com o objetivo de gerenciar a imagem e os contratos de patrocínios de atletas e marcas no âmbito do marketing esportivo, a agência chegou a ter em seu portfólio nomes como Neymar, Anderson Silva e outros esportistas. A saída de Ronaldo do dia-a-dia da operação, em janeiro de 2013 (o ex-jogador passou uma temporada em Londres) alterou a dinâmica do negócio.

Sob o comando de Buaiz, a 9ine voltou sua atuação para o gerenciamento de carreiras de artistas, passando a atender personalidades como Claudia Leitte, Paolla Oliveira e Alexandre Nero. Sem a presença de Ronaldo – cujo nome era um trunfo valioso para a captação de clientes – e sem negócios expressivos do segmento esportivo, a operação da 9ine enfraqueceu.

Até que, no mês passado, Marcos Buaiz deixou a agência para inaugurar uma nova empresa, a ACT10N, especializada na relação de marcas com celebridades e influenciadores. Todas as personalidades atendidas pela 9ine passaram para a carteira da ACT10N, incluindo o jogador Neymar e os atores globais.

Com a saída de Buaiz, o WPP chegou até a cogitar a recolocação de Ronaldo no comando da operação, mas acabou desistindo da ideia por conta do frágil momento econômico do País. Oficialmente, o Grupo Ogilvy, parceiro da agência, diz que a 9ine “passa por um processo de reestruturação” e que só dará uma posição oficial quando os próximos passos da agência forem definidos.

Publicidade

Compartilhe