Conar declara: Luis Augusto é inocente

Buscar

Comunicação

Publicidade

Conar declara: Luis Augusto é inocente

Campanha da Sadia que gerou polêmica na internet foi avaliada pelo Conselho da entidade, que julgou não existir problemas e nem ofensas na mensagem

Bárbara Sacchitiello
9 de setembro de 2016 - 11h14

Em reunião realizada nessa quinta-feira, 8, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) arquivou o processo aberto contra a campanha da Sadia que mostrava o presunto Luis Augusto. Isso significa que o anunciante não será punido e que a campanha não precisará passar por nenhuma alteração. Relembre o comercial:


A polêmica do Luis Augusto começou em julho, quando a Sadia estreou um comercial para divulgar sua linha de presuntos. Para exaltar o diferencial de seu alimento, a F/Nazca Saatchi & Saatchi, agência de publicidade da marca, criou um comercial em que o presunto da concorrência era chamado de Luis Augusto e despertava pena do atendente do supermercado por ser sempre rejeitado pelos consumidores.

Dias depois do comercial ir ao ar, várias pessoas começaram a reclamar nas redes sociais argumentando que a peça ofendia quem se chama Luis Augusto por atribuir o nome a uma figura menosprezada e rejeitada. O Conar chegou a receber mais de cem reclamações de consumidores e, por conta delas, abriu um processo para avaliar o caso no início de agosto.

No auge da polêmica, a Sadia chegou a exibir um novo filme, na internet, com o próprio presunto “Luis Augusto” explicando sobre seu nome. A criação do comercial foi a LiveAd. Veja:

Publicidade

Compartilhe