Após reação negativa, José Boralli não é mais diretor da BETC

Buscar

Comunicação

Publicidade

Após reação negativa, José Boralli não é mais diretor da BETC

Dias depois de anunciar o managing director, suspenso da Africa em 2018 após post polêmico, agência decide não mantê-lo na equipe

Bárbara Sacchitiello
16 de agosto de 2019 - 13h52

José Boralli não será mais managing director da BETC/Havas. A contratação do executivo havia sido anunciada na semana passada e gerou críticas à agência nas redes sociais. Nesta sexta-feira, dia 16, a BETC/Havas divulgou o seguinte comunicado oficial: “De forma consensual, a BETC/Havas e o publicitário José Boralli decidiram não dar sequência a sua contratação. A BETC/Havas escolheu José Boralli por sua capacidade profissional e currículo reconhecido no mercado publicitário, e Boralli reconheceu a oportunidade que lhe foi apresentada para trabalhar em uma agência como a BETC/Havas. Entretanto, ambas as partes concordaram em não seguir adiante com a relação por entenderem que não havia condições operacionais”.

Em outubro de 2018, após o primeiro turno das eleições presidenciais, Boralli, na época diretor geral de negócios da Africa, postou em uma rede social um comentário ofensivo a respeito dos votos dos eleitores do Nordeste. Após reações negativas, ele apagou a postagem e se desculpou. “Fiz um post no calor do momento, nesse dia difícil, e peço sinceras desculpas a todos que se sentiram ofendidos. Não reflete minha opinião, de forma alguma. Eu errei. Respeito a todos, independente de qualquer fato ou opinião política. A quem eu, por um post infeliz, tenha incomodado. Peço desculpas. Em especial aos nordestinos, tantos que eu inclusive trabalho, minha eterna admiração e respeito”, publicou, na época.

O pedido de desculpas, no entanto, não freou a repercussão negativa e a Africa decidiu suspendê-lo por tempo indeterminado e divulgou comunicado afirmando que o comentário do funcionário não condizia com as crenças da agência.

Na quinta-feria passada, dia 8 de agosto, assim que a BETC/Havas anunciou a chegada de Boralli, postagens nas redes sociais resgataram o episódio anterior e criticaram a agência pela contratação. Em seu perfil oficial no Facebook, a BETC/Havas respondeu: “Boralli errou, assumiu seu erro, pediu desculpas e quer agora construir uma nova história para sua carreira. Nós acreditamos que todos merecem uma segunda chance. Uma boa política de inclusão significa também dar novas oportunidades e combater qualquer intolerância”. Após diversas reuniões na última semana, que envolveram os diretores da agência, funcionários e o próprio Boralli, a BETC decidiu não mantê-lo na equipe.

O cargo de managing director da BETC/Havas está vago desde maio, quando Marcos Lacerda foi deslocado para o comando operacional da Z+, outra agência do grupo.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Agencias

  • comunicacao

  • Negócios

  • BETC/Havas

  • José Boralli

  • Erh Ray

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”