Nissan volta a usar logotipo para transmitir Champions League

Buscar

Comunicação

Publicidade

Nissan volta a usar logotipo para transmitir Champions League

Ação criada pela Lew’Lara\TBWA lança terceira versão da campanha que libera transmissões dos jogos decisivos do campeonato de futebol

Renato Rogenski
18 de fevereiro de 2020 - 15h52

Logotipo da Nissan gera um voucher que permite acesso à EI Plus (Crédito: reprodução)

Nesta terça-feira, 18, dia de abertura das oitavas de final da Champions League, a Nissan, que é patrocinadora oficial do campeonato europeu de futebol desde a temporada 2014/2015, reativou a campanha “Nissan Scan”. Por meio da ação, os fãs do esporte poderão assistir aos jogos decisivos de qualquer lugar com seus smartphones.

Para ativar a transmissão, o consumidor precisa entrar no site da campanha e preencher o cadastro. Em seguida, basta fotografar um logotipo da Nissan para gerar um voucher que permite acesso à plataforma EI Plus, do Esporte Interativo. A ação, que está em sua terceira versão, mais uma vez foi criada pela Lew’Lara\TBWA. Para promover a iniciativa, a agência também criou um filme para o anunciante, além de peças para os meios digitais e mídia out of home.

Todo o trabalhado de comunicação está amarrado com a hashtag #EstamosNaChampions.

Crédito da imagem de topo: reklamlar/istock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • nissan

  • UEFA

  • Champions League

  • comunicacao

  • Publicidade

  • Ação

  • logo

  • futebol

  • carro

  • Logotipo

  • scan

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”