Roberto Vilhena deixa criação da Artplan

Buscar

Acontece no meio

Publicidade

Roberto Vilhena deixa criação da Artplan

Com isso, os diretores de criação de cada unidade da agência – Rio, São Paulo e Brasília - ficarão responsáveis pela área

Teresa Levin
21 de fevereiro de 2017 - 17h56

Roberto Vilhena

Roberto Vilhena está de saída da Artplan (Crédito: Divulgação)

O vice-presidente de criação da Artplan, Roberto Vilhena, está deixando a agência. Com isso, a Artplan está promovendo uma reestruturação em sua área de criação, que passa a ser comandada em cada unidade pelos diretores já responsáveis pela área. No Rio de Janeiro, a criação contará com a liderança dos diretores de criação Alessandra Saddock, Ricardinho Weitsmann e Gustavo Tirre. Em São Paulo, a área ficará sob a responsabilidade dos diretores Zico Farina e Marcelo Fedrizzi, enquanto Brasília ficará a cargo de André Sartorelli.

Vilhena começou a carreira como redator na Artplan, em 1996, e passou por diversos cargos na agência. O criativo trilhou uma carreira sólida ocupando as funções de diretor de criação associado, diretor de criação e diretor executivo de criação. No início de 2014, assumiu a posição de vice-presidente de criação da agência. Vilhena acumula prêmios nos principais festivais do segmento no mundo, como Cannes, D&AD, One Show e Wave Festival.

“O Vilhena foi um profissional que se desenvolveu na Artplan, mas alça novos voos agora. Desejamos sorte na nova jornada, e agradecemos e reconhecemos muito o talento dele por todo o trabalho que desenvolveu na agência”, conclui Rodolfo Medina, presidente da Artplan.

Compartilhe

  • Temas

  • Roberto Vilhena

  • Alessandra Sadock

  • Ricardinho Weistmann

  • Gustavo Tirre

  • Zico Farina

  • Marcelo Fedrizzi

  • André Sartorelli

  • Rodolfo Medina

  • Artplan

  • Agencias

  • mercado

  • Acontece