USP e Boeing em parceria tecnológica

Buscar

Marketing

Publicidade

USP e Boeing em parceria tecnológica

Projetos deverão ajudar no planejamento da Copa de 2014 e Olimpíada de 2016


4 de janeiro de 2013 - 4h06

A Universidade de São Paulo (USP) e a Boeing selaram um memorando de entendimento nesta sexta-feira 04 para uma ação conjunta de investigação e desenvolvimento de projetos de tecnologia nas áreas de modelamento do comportamento de multidões e análises visuais.

Os resultados das pesquisas, feitas entre a Boeing Pesquisa e Tecnologia no Brasil (unidade criada no início deste ano em São Paulo)  e a Escola Politécnica da USP, devem colaborar com o aprimoramento do projeto e construção de veículos de transporte, como aviões e navios, assim como infraestruturas complexas, como prédios e até mesmo cidades, segundo o documento.

“Os avanços no modelamento do comportamento de multidões podem não apenas nos ajudar a projetar aviões melhores como também beneficiar o planejamento dos exercícios de treinamento e da infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 no Brasil”, explicou Al Bryant, vice-presidente da Boeing Pesquisa e Tecnologia no Brasil.

Já Marcelo Knörich Zuffo, coordenador do Centro Interdisciplinar em Tecnologias Interativas da USP, definiu a assinatura do memorando como um marco que leva a pesquisa de ponta no País a um novo patamar.

A Boeing opera no Brasil com dois escritórios, um em São Paulo e outro em Brasília, estabelecidos em outubro de 2011.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”