Com reality show, Motorola adere à onda da desconexão

Buscar

Marketing

Publicidade

Com reality show, Motorola adere à onda da desconexão

Desconectados — Um desafio Motorola desafia participantes a viverem dois dias sem smartphones e conexão com a internet

Taís Farias
21 de março de 2019 - 11h29

 

Participante do desafio Victor Cerqueira (crédito: divulgação)

Em parceria com a Discovery, a Motorola lança na próxima quarta-feira, 27, o reality show Desconectados — Um desafio Motorola. A atração, que conta com um episódio único, mostra a vida de três participantes desafiados a viverem dois dias sem smartphones ou conexão com a internet. Uma bailarina argentina, um produtor brasileiro e uma wedding planner mexicana foram os escolhidos pela marca para resolver suas tarefas diárias de maneira analógica frente às câmeras. Além dos personagens, o reality será comentado pelos neurocientistas Rieznik e María Eugenia López.

A head de marketing da Motorola, Juliana Mott, conta que a desconexão é uma pauta dentro da companhia desde 2016, quando uma pesquisa global alertou a marca sobre o vínculo entre as pessoas e seus smartphones. “ Os resultados nos sinalizaram um farol amarelo e nos mostraram que essa relação estava começando a se desbalancear”, afirma a executiva.

A partir daí, a empresa começou a se posicionar sobre o tema com campanhas que valorizavam a vida off-line como a Choose a Better Mobile Relationship e a Hello Cidades em 2017. Nesse processo, a marca desenvolveu um estudo em parceria com a especialista no comportamento mente-cérebro e da ciência da felicidade da Universidade de Harvard, Nancy Etcoff, que analisou os hábitos de uso do celular e apontou que cerca de 33% dos entrevistados dão prioridade ao seu smartphone ao invés de interagir com seus entes queridos.

É no contexto dessa pesquisa e da missão Phone Life Balance que a companhia apresenta seu seriado. “A Phone Life balance é uma plataforma da marca Motorola onde fazemos o consumidor refletir sobre sua relação com o smartphone. E o desafio era estimular essa reflexão nos consumidores de forma criativa e impactante. Então, pensamos por que não levarmos essa relação ao limite? Por que não mostrar os efeitos de ficar atualmente sem o smartphone?”, explica a head de marketing.

Como desenvolvedora de smartphones, um dos principais vilões da hiperconexão, a marca se compromete a mobilizar outras soluções para criar uma relação saudável com os usuários.“Nos próprios celulares, nós encorajamos o uso com equilíbrio através de funções como o Bem-Estar Digital do Google e as Experiências Moto, que geram interações com o celular mais intuitivas, sem precisar checá-lo compulsivamente.”, afirma Juliana.

A Motorola segue a onda das marcas que estão se posicionando em relação ao tema. No dia 10 de março, data em que comemora-se a invenção do telefone, a Vivo promoveu a campanha “Dia sem Telefone”, com o objetivo de gerar uma reflexão sobre o uso consciente de smartphones.

A ação, criada pela Africa, promoveu uma carta aberta nas redes sociais e uma série de posts com sugestões para aproveitar o dia livre de tecnologia. “O 10 de março não é conhecido por ser o Dia do Telefone. E pensamos em usar a ideia de que a data é tão ignorada quanto os celulares deveriam ser em certos momentos das nossas vidas. Por isso, propusemos à Vivo adotá-la como o Dia Sem Telefone e ressignificá-la num movimento para que as pessoas ofereçam um feriado aos seus aparelhos”, explicou, em comunicado, Pedro Bullos, diretor de criação da Africa. No ano passado, a Vivo já havia lançado a campanha “ Tem Hora para Tudo”, também criada pela Africa, com a proposta de mostrar que cada conexão, seja tecnológica ou não, tem a sua hora.

Em agosto de 2018, a Samsung lançou a websérie Reconectados. A produção, criada pela Isobar e The Story Lab, apontava os prós e contras da tecnologia no dia a dia do usuário. “O conteúdo apresenta situações corriqueiras justamente para incentivar as pessoas a olharem para além das telas, vivendo experiências únicas conectadas e desconectadas”, afirmou o gerente de marketing corporativo da Samsung Brasil, Felipe Moreti, em nota.

Crédito da foto no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Pedro Bullos

  • Juliana Mott

  • Felipe Moreti

  • vivo

  • Samsung

  • Motorola

  • discovery

  • tecnologia

  • Smartphones

  • Desconexão

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”