São Paulo abre edital para Carnaval de Rua

Buscar

Marketing

Publicidade

São Paulo abre edital para Carnaval de Rua

Leilão online será realizado 4 de dezembro. Patrocínio inclui a possibilidade de formatos alternativos de ativações


19 de novembro de 2019 - 15h04

Expectativa da prefeitura é que público chegue a doze milhões de pessoas (Crédito: Cacá Lanari/Alexandre Guzanshe/Julia Lanari)

A Prefeitura de São Paulo divulgou nesta terça-feira, 19, o edital de patrocínio ao Carnaval de Rua da capital. Com público estimado de 12 milhões de pessoas, as cotas incluem exibição em eventos dos dias 15 e 16 de fevereiro; 22 a 25; e de 29 de fevereiro e 1º de março. O leilão será realizado em 4 de dezembro. Essa edição da festa marca a ida do comando do carnaval à Secretaria de Cultura da Cidade. Ano passado, a responsável pela festividade foi a Secretaria de Subprefeituras.

Ao todo, serão mil totens de comunicação, 200 unidades de sinalização, 30 infláveis e quatro unidades de ações instagramáveis. No edital, a prefeitura indica que será possível que os patrocinadores indiquem, após o leilão, um plano adicional de ativação, que deverá seguir as diretrizes de ativação de marca do Guia do Patrocinador da Cidade.

Entre as possibilidades estão projeção (video mapping), iluminação, banner em postes, comunicação em relógios, abrigos de ônibus, lixeiras, cabines, gradis e caçambas, adesivo em pontos de ônibus, bicicletário, banners para banheiros públicos, painel de programação, galhardete, torres para sinalizar encontro de foliões, caixa de isopor portátil e similares e caminhão de sinalização.

A comunicação, destaca a Secretaria de Cultura da cidade, não inclui patrocínio a blocos específicos. Para isso, é necessário negociar com a diretoria de cada bloco.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Prefeitura de São Paulo

  • Secretaria de cultura de São Paulo

  • eventos

  • patrocínio

  • Carnaval

  • carnaval de rua

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”