Volleyball World promove igualdade na modalidade

Buscar

Marketing

Publicidade

Volleyball World promove igualdade na modalidade

Atletas de seleções masculinas e femininas usarão camisas com mesmo número e ambos os nomes durante as finais da Liga das Nações de Vôlei

Valeria Contado
21 de junho de 2021 - 12h36

Natalia Goncharova, da Rússia, e o brasileiro Wallace dividirão o uniforme 8 da iniciativa “Camisas da Igualdade” (Crédito: divulgação)

A Volleyball World, parceria entre a Federação Internacional de Voleibol (Fivb) e a CVC Capital Partners que tem como objetivo impulsionar o crescimento, a inovação e o investimento no voleibol no mundo, lança a sua primeira campanha mundial. A ação “Camisas da igualdade” visa promover a luta contra a desigualdade de gênero na modalidade. A missão da Volleyball World é fazer com que as competições, tanto masculina, quanto feminina, recebam premiações igualitárias e maior igualdade dentro e fora de quadra.

Finn Taylor, CEO da Volleyball World, explica que a campanha pretende mostrar que o vôlei é um esporte universal. “Precisamos fazer sempre mais para liderar essa questão, mostrando a cultura de inclusão e igualdade de nosso esporte de formas inovadoras, para incentivar uma maior ação em todo o mundo esportivo”, comenta.

A edição especial das camisas será usada pelos atletas durante as finais da Liga das Nações 2021 (VNL), em 25 e 27 deste mês, que está acontecendo em Rimini, na Itália. Os embaixadores dividirão o número e usarão o nome de jogadores do sexo oposto na camisa.

Os primeiros atletas embaixadores da campanha são Lauren Carlini (EUA) e Facundo Conte (ARG),  que usarão a camisa 7; Natalia Goncharova (RUS) e o brasileiro Wallace, compartilhando o número 8; e Eda Erdem (TUR) e Nimir Abdel-Aziz (HOL), com o 14.

Os desdobramentos da campanha para redes sociais e meio digital, executadas durante a preparação para a Olímpiada de Tóquio, devem contar com a participação dos atletas.

Publicidade

Compartilhe