Yahoo inicia processo para vender ativos

Buscar

Mídia

Publicidade

Yahoo inicia processo para vender ativos

Pressionado por resultados, o grupo busca compradores para negócios não estratégicos


22 de fevereiro de 2016 - 10h18

O Yahoo inicia, nesta segunda-feira, 22, a busca por compradores interessados em ativos não estratégicos.

A companhia não dá detalhes de quais negócios estariam à venda, mas desde o ano passado, a CEO Marissa Mayer é pressionada por investidores para se desfazer de ativos não estratégicos.

De acordo com a Bloomberg, a lista de interessados inclui empresas como Comcast, Verizon e AT&T, além dos fundos de investimento Bain Capital Partners, KKR & Company e TPG. O prazo dos analistas de mercado é de que as negociações durem um mês.

Além da contratação de bancos de investimentos para cuidar do processo, o Yahoo formou um grupo de conselheiros para buscar alternativas no mercado. Quem encabeça o processo é o banco Goldman Sachs e as financeiras PJT Partners e Cravath e Swaine & Moore.

Uma das possíveis vendas dos ativos inclui também a participação do Yahoo no chinês Alibaba, avaliada em US$ 40 millhões.

No último dia 3 de fevereiro, o Yahoo divulgou o balanço referente ao quarto trimestre de 2015, cujas perdas foram de US$ 4,43 bilhões.

Juntamente com a notícia do resultado, a empresa anunciou que vai cortar 15% de seus funcionários e fechar escritórios em Dubai, Cidade do México, Buenos Aires, Madri e Milão. O resultado foi puxado pelo mau desempenho nos mercados dos Estados Unidos, Canadá e América Latina.

A receita da empresa no período outubro-novembro caiu 15% para US$ 1 bilhão, ante US$ 1,18 bilhão no mesmo período de 2014.

Desde novembro, Jeff Smith, CEO do fundo Starboard Value, dono de 0,8% das ações do Yahoo, encabeça um movimento entre investidores que defende a separação dos negócios de marketing digital e internet.

wraps

Publicidade

Compartilhe