Globoplay planeja estrear 100 novos títulos até o fim do ano

Buscar

Mídia

Publicidade

Globoplay planeja estrear 100 novos títulos até o fim do ano

Além de Assédio, feita pela Globo e O2, plataforma também terá mais produções internacionais, como House e Killing Eve

Bárbara Sacchitiello
19 de setembro de 2018 - 12h29

Parte do elenco de “Assédio”, nova série da Globo que estreia dia 21, com exclusividade na plataforma de streaming (Crédito: Divulgação)

No dia 27 de agosto, a Globo exibiu, na Tela Quente, os dois primeiros episódios de The Good Doctor, série que fez bastante sucesso no canal ABC, nos Estados Unidos. A escolha do produto tinha o objetivo de divulgar que aquela era a primeira obra internacional a entrar no cardápio do Globoplay, sinalizando que a plataforma entrava em um novo momento.

Criada para distribuir o conteúdo da Globo em outras mídias, a plataforma agora quer incrementar as opções oferecidas aos assinantes. “Teremos, entre conteúdo nacional e internacional, cerca de 100 novos títulos até o final do ano, dentre eles House e Killing Eve. Vem muita novidade nos próximos meses, promete João Mesquita, CEO do Globoplay, e, entrevista ao Meio & Mensagem.

No início de agosto, quando participou do Fórum Pay TV, Mesquita já havia adiantado que o Globoplay abrigaria outros conteúdos além das novelas, séries, programas e produções da Globo. A proposta do grupo é tornar a plataforma um serviço robusto de conteúdo, tal como a Netflix. Nessa missão, a Globo tem a seu favor o fato de poder usar a TV aberta como vitrine para muitas das obras que pretende oferecer na plataforma. “O Globoplay é a plataforma de streaming do Grupo Globo, que é uma das maiores produtoras de conteúdo do mundo. É uma tendência mundial que as produtoras de conteúdo tenham suas próprias plataformas digitais. Todo o conteúdo realizado pela Globo, incluindo toda a programação da TV Globo, terá sempre lugar na plataforma. E, por outro lado, este novo foco na plataforma de streaming permite produzir muito mais conteúdos que serão exclusivos do Globoplay”, explica Mesquita.

The Good Doctor foi o primeiro produto internacional a entrar no cardápio da plataforma (Crédito: Reprodução)

Além das produções internacionais, também devem ganhar mais peso as obras criadas especialmente para a plataforma – ou que terão o Globoplay como primeira janela, estreando na TV posteriormente. É o caso de “Assédio”, nova série coproduzida entre a Globo e a O2, inspirada nos crimes do médico Roger Abdelmassih. Todos os episódios estarão disponíveis no Globoplay a partir desta sexta-feira, 21 e, por enquanto, não têm previsão de estreia na TV aberta.

Com o incremento de novos conteúdos nacionais e internacionais, o preço da assinatura do Globoplay também pode ter mudanças, segundo o CEO. Atualmente, o assinante paga o valor de R$ 18,90 para ter acesso a todo o acervo da plataforma. “Somos e seremos o serviço com mais alcance no Brasil e com isso manteremos uma boa relação custo benefício entre o conteúdo oferecido e o investimento do assinante. Neste momento estamos investindo pesado em conteúdo original e internacional, então é natural que futuramente, o valor da assinatura possa sofrer algum ajuste”, destaca.

Publicidade

Compartilhe