Comitê contra as fake news convoca CEOs de big techs

Buscar

Mídia

Publicidade

Comitê contra as fake news convoca CEOs de big techs

Parlamentares de vários países chamam, para encontro no Canadá, líderes de empresas como Apple, Google e Facebook


25 de fevereiro de 2019 - 10h46

 

Envolvido com o vazamento de dados de 50 milhões de usuários, Mark Zuckerberg não compareceu ao evento em 2018 (Crédito: Reprodução)

Os CEOs de algumas das maiores empresas de mídia digital foram convidados para participar do encontro internacional sobre disseminação de notícias falsas que acontecerá em Ottawa, no Canadá, em maio. Segundo relatório da CBC News, Tim Cook, CEO da Apple; Mark Zuckerberg, do Facebook;  Sunder Pichai, do Google; e Jeff Bezos, da Amazon, vão participar da reunião, além de executivos do Twitter, WhatsApp e Snapchat.

O Comitê Internacional de Desinformação e Notícias Falsas é organizado por parlamentares da Argentina, Bélgica, Brasil, Canadá, França, Irlanda, Letônia, Reino Unido e Singapura. Pela segunda vez, a reunião será realizada na Câmara dos Comuns canadense.

Segundo o presidente do Comitê de Ética da instituição, Bob Zimer, o objetivo do convite é oferecer uma oportunidade para os executivos explicarem o que estão fazendo para proteger a privacidade de seus clientes e impedir a disseminação de notícias falsas.

Zimer também afirmou que o comitê não aceitará suplentes. A medida se refere ao encontro do ano anterior, quando Zuckerberg, envolvido na polêmica do vazamento de dados de 50 milhões de usuários, enviou o vice-presidente da empresa em seu lugar para a reunião.

A conferência acontece em um momento decisivo para o Canadá, visto que o país está em alerta para o risco de agentes externos e manipulação da opinião de usuários durante seu processo eleitoral.

Publicidade

Compartilhe