RecordTV adquire direitos do Campeonato Carioca

Buscar

Mídia

Publicidade

RecordTV adquire direitos do Campeonato Carioca

Emissora irá exibir a competição estadual em 2021 e 2022; negociação do torneio está sendo realizada pela Sportsview, empresa de ex-executivo da Globo

Bárbara Sacchitiello
18 de fevereiro de 2021 - 12h04

(Crédito: Reprodução/FluTV)

A RecordTV irá transmitir o Campeonato Carioca nas temporadas de 2021 e 2022. O acordo, que vinha sendo noticiado nos últimos dias, foi confirmado na noite dessa quarta-feira, 17, pela área de comunicação da emissora.

A proposta da RecordTV foi a que mais agradou à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. No site oficial da federação, a última publicação, de 15 de fevereiro, já registrava que o acordo com a Record estava próximo. “Depois da aprovação por unanimidade no Conselho Arbitral, realizado na última quinta-feira (11), está muito perto de a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e os clubes que disputam a Série A oficializarem o contrato de cessão dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca 2021/2022 para a RecordTV. Faltam apenas algumas assinaturas para a celebração”, diz a nota no site da Fferj.

Os direitos de transmissão e de distribuição de conteúdo do Campeonato Carioca estão sendo negociados pela Sportsview, nova empresa criada por Marcelo de Campos Pinto, que por 15 anos esteve à frente da direção executiva de negócios da Globo, ao lado dos sócios Fernando Ferreira, fundador do Grupo Pluri e de Raul Costa Jr., jornalista e ex-diretor executivo de eventos da Globo e RBS.

A Sportsview é uma empresa dedicada à atuar nas áreas de negócios e entretenimento esportivo, com a oferta de soluções de mídia, broadcast, patrocínios para clubes e outros tipos de monetização de conteúdo esportivo. O primeiro trabalho da Sportsview consiste exatamente na reformulação do Campeonato Carioca como plataforma de mídia e de negócios.

A empresa está cuidando da negociação dos direitos de transmissão, produção dos jogos além da comunicação digital do torneio. O trabalho também envolve a captação de patrocínios e investimentos comerciais para a competição, em parceria com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

A MP do Futebol
A mudança no cenário dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca começou em junho de 2020, quando o governo publicou a Medida Provisória 984/20, que alterava a lei das transmissões de jogos de futebol no Brasil, transferindo unicamente ao mandante o direito de negociar a transmissão de seus jogos com os veículos de TV. Até então, para exibir qualquer partida de futebol, uma emissora precisava negociar os direitos com os dois clubes envolvidos no confronto.

Sem ser votada pelo Congresso, a MP acabou perdendo a validade em outubro, mas gerou algumas mudanças no período em que esteve em vigor. O Flamengo foi o primeiro dos clubes a tentar usar o novo texto para realizar transmissões independentes de seus jogos. O clube chegou a exibir partidas em seu canal no YouTube, a Fla TV, aproveitando o fato de que não havia firmado um acordo com a Globo para a exibição do Estadual de 2020.

A movimentação do Flamengo levou a Globo a anunciar a rescisão do contrato com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro, deixando de exibir as partidas finais do torneio. Também aproveitando a MP, o SBT negociou com o Flamengo a exibição do segundo jogo da final do Carioca, contra o Fluminense, que rendeu o título estadual ao clube rubro-negro. A transmissão rendeu índices de audiência considerado satisfatórios pela emissora e gerou diversas parcerias comerciais.

Publicidade

Compartilhe