SBT comercializa parte de seu acervo de imagens via NFT’s

Buscar

Mídia

Publicidade

SBT comercializa parte de seu acervo de imagens via NFT’s

Em parceria com a empresa InspireIP, emissora disponibilizou inicialmente quatro imagens do apresentador Silvio Santos


30 de agosto de 2021 - 17h38

Em parceria com a InspireIP, empresa que transforma produtos digitais em NFT’s, nesta segunda-feira, 30, o SBT comercializou parte do seu acervo de imagens via NFT (“Token não-fungível”, em tradução livre). Em homenagem aos 40 anos da rede televisiva, completados no último dia 19, inicialmente foram lançadas quatro imagens do apresentador Silvio Santos em diversas atrações transmitidas pela emissora: Onde tudo começou (1981), De casa nova (1996), Topa Tudo por Dinheiro (1992) e Teleton (1998).

(crédito: divulgação/SBT)

Em nota, Fernando Pensado, head de inovação do SBT, comenta que a oferta destes NFTs para os fãs do SBT e do Silvio simboliza um novo momento do processo de transformação digital da emissora. Já, segundo Caroline Nunes, CEO da InspireIP, a iniciativa permitirá que o conhecimento sobre criptomoeda e Blockchain chegue a toda a população. “É muito mais que um simples leilão de NFT. É uma revolução cultural”, reforça.

Os lances foram feitos via MATIC, uma criptomoeda, sendo o valor inicial de cada imagem, convertido para reais, de R$ 40 e o incremento para cada lance R$ 10. As compras foram realizadas via cartão de crédito pela carteira Metamask. Após a compra, o arrematante somente teve a posse do NFT registrado na blockchain, o que não dá o direito de explorar o item comercialmente, podendo apenas revender no marketplace.

O NFT funciona como um certificado digital estabelecido por meio de um protocolo de segurança (blockchain), que define originalidade e exclusividade aos bens digitais. Eles podem ser aplicados a qualquer item digital, como fotos, jogos, músicas, GIFs, textos, entre outras milhares de opções.

**Crédito da imagem no topo: divulgação/SBT

Publicidade

Compartilhe