TikTok entra no ramo de restaurantes nos Estados Unidos

Buscar
Background - Tail
Publicidade

Mídia

TikTok entra no ramo de restaurantes nos Estados Unidos

Em parceria com a Virtual Dining Concepts, aplicativo terá operações de entrega de comidas no país; cardápio será composto pelas receitas que viralizarem no app


21 de dezembro de 2021 - 17h29

Do Advertising Age

Era apenas questão de tempo para que o TikTok Inc. entrasse no ramo de restaurantes.

(Créditos: Virtual Dinning Concepts)

Em 17 de dezembro, a plataforma de compartilhamento de vídeos anunciou uma parceria com a Virtual Dining Concepts para lançar operações do TikTok Kitchen, que farão apenas entregas, em todo o território dos Estados Unidos, partir de março de 2022. Vídeos de comidas e receitsa se tornaram uma parte importante da programação do aplicativo, com clipes que alcançam milhões de visualizações. A empresa relatou recentemente que mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo usam a plataforma mensalmente.

A Virtual Dining Concepts apoiou com sucesso restaurantes de celebridades e não-celebridades, mais notavelmente o MrBeast Burger, que tem sido um grande sucesso desde quando foi lançado no outono de 2020 pela estrela do YouTube, Jimmy Donaldson. O MrBeast vendeu 1 milhão de hambúrgueres em três meses e agora existem 1.500 pontos de venda nos EUA, Canadá e Reino Unido.

O co-fundador Robert Earl diz que cerca de 300 restaurantes TikTok estão planejados para serem lançados no País sendo que a meta é chegar aos mil restaurantes até o fim de 2022. Ele prevê um sucesso igual ao de MrBeast. “Veja, você tem uma plataforma com um bilhão de espectadores por mês, que estão constantemente engajados, como mostram os números”, diz Earl. “É a primeira vez que existe uma marca como essa – um público de centenas de milhões de pessoas”, acredita.

Entre os restaurantes com os quais o TikTok Kitchen vai operar estão as redes nacionais que Earl possui, incluindo Buca di Beppo e Bertucci’s.

O menu do TikTok Kitchen será baseado nas tendências alimentares mais virais do aplicativo, incluindo massa feta assada, que foi classificada como o prato mais pesquisado em 2021 pelo Google. Também planejados para o menu de abertura estão chips de massa – formatos de massa cozida que são cobertos com queijo e fritos – bem como um hambúrguer esmagado e costelas de milho feitas de pedaços dos grãos descascados e revestidos com especiarias e parmesão. Earl diz que os preços serão “comparáveis aos de outras marcas do Virtual Dining Concept”. Um hambúrguer MrBeast custa a partir de US$6,99.

O menu mudará trimestralmente. Se um prato começar a se tornar viral, diz Earl, provavelmente haverá oportunidades de adicioná-lo aos menus. Resta saber se pratos como a massa feta cozida no forno continuarão a ser uma oferta constante.

Em comunicado, o TikTok disse que dedicaria seus lucros dos restaurantes aos criadores dos pratos do menu e apoiaria talentos culinários promissores na plataforma. “Estou fazendo isso como um negócio, o TikTok está fazendo isso para o desenvolvimento dessa categoria. É um investimento no negócio deles”, afirma Earl.

Não está claro como o TikTok determinará a autoria de certos pratos virais – que às vezes pertencem a mais de uma pessoa – para distribuir as receitas. Os nomes dos criadores dos pratos não constarão dos cardápios do TikTok Kitchen. A empresa não respondeu aos pedidos de esclarecimentos da reportagem do Advertising Age sobre esse assunto.

Nesse ínterim, Earl diz que MrBeast está planejando fazer algo incomum no mundo dos restaurantes virtuais: abrir uma loja física. O local ainda não foi anunciado.

Publicidade

Compartilhe

Veja também