Avon se manifesta sobre vídeo íntimo de participante do BBB

Buscar
Publicidade

Mídia

Avon se manifesta sobre vídeo íntimo de participante do BBB

Patrocinadora do reality usa redes sociais para alertar sobre crime de divulgar imagens íntimas sem consentimento; caso envolve a sister Natália

Bárbara Sacchitiello
20 de janeiro de 2022 - 10h57

No Instagram, marca alertou ao público que o compartilhamento de vídeos e conteúdo íntimo sem consentimento é crime; episódio ocorreu com participante da atração (Crédito: Reprodução/Instagram)

Nestes primeiros dias da edição 2022 do Big Brother Brasil, um dos patrocinadores do reality já usou suas redes sociais para se manifestar a respeito de uma situação que transpõe a dinâmica do jogo.

Na quarta-feira, 19, a Avon publicou conteúdos em seu perfil no Instagram e também no Twitter que diziam: “A #AvonTáOn e de olho em tudo o que acontece por aqui. Divulgar imagens íntimas sem consentimento da vítima É CRIME (art. 218-C) punível com prisão desde 2018. Soube que “vazou” um vídeo íntimo de alguém na rede? Não procure, não consuma e não compartilhe. Denuncie!”, escreveu a empresa.


A motivação da postagem da marca foi o vazamento de um vídeo íntimo da participante Natália, que compõe o grupo Pipoca desta edição do reality show da Globo. Na quarta-feira, 19, a equipe da participante confirmou nas redes sociais que um vídeo íntimo de Natália foi compartilhado indevidamente e que sua equipe já estaria tomando as medidas cabíveis. “O compartilhamento desse conteúdo é um desrespeito a participante enquanto mulher e também a família dela”, disse a equipe da sister.

Ao abordar diretamente o tema, a Avon repete a postura adotada desde o ano passado, quanto patrocinou o BBB pela primeira vez e abordou diretamente os assuntos e polêmicas que envolviam os participantes do programa. E 2021, quando o ator Lucas Penteado desistiu da atração por não ter conseguido lidar com os desentendimentos e críticas recebidas dos demais participantes, a Avon convidou o brother para uma live na qual debateu temas como tolerância e respeito. Depois, quando a cantora Karol Conka foi eliminada do jogo com recorde de rejeição, a Avon também recorreu às redes sociais para dizer ao público que o comportamento da cantora no programa não era um argumento para que as pessoas continuasse com a rejeição e os discursos de ódio direcionados a ela do lado de fora da casa.

Ao lado de Americanas e PicPay, a Avon adquiriu a cota Big, a principal categoria de patrocínio do BBB, que dá direito à exposição dos produtos na casa e também à aparição da marca em todos os conteúdos que envolvam o programa tanto na TV aberta quanto no Multishow e nas plataformas digitais. Por cada uma dessas cotas de patrocínio Big, a Globo pediu o preço de tabela de R$ 91,9 milhões.

Esta é a edição do BBB com a maior quantidade de patrocinadores. Onze diferentes marcas adquiriram as cotas da atração. Além dessas, outras empresas, como 99 e Coca-Cola, também participarão de ações especiais na casa, como patrocínio ao Almoço do Anjo e ao Cinema do Líder.

Publicidade

Compartilhe