Twitter discute proposta de aquisição de Elon Musk

Buscar
Publicidade

Mídia

Twitter discute proposta de aquisição de Elon Musk

Movimentação acontece após CEO da Tesla anunciar pacote de financiamento de US$ 46,5 bilhões; ações da big tech sobem

Giovana Oréfice
25 de abril de 2022 - 9h38

(Créditos: Brett Jordan/Pexels)

A saga envolvendo o Twitter e Elon Musk ganhou mais um capítulo no último domingo, 24. Dias depois de propor a compra da plataforma pagando US$ 54,20 por ação (cerca de US$ 43 bilhões, no total), o executivo afirmou ter montado um pacote de financiamento de US$ 46,5 bilhões de financiadores, o que, segundo a Reuters, teria chamado a atenção do conselho da empresa nas negociações da aquisição  que o tornaria dono de 100% da rede social.

Com a possibilidade de uma atualização sobre a transação em breve, a movimentação fez com que as ações da plataforma subissem mais de 5%. O acordo pode ser anunciado ainda nesta segunda-feira,  25. 

A agência de notícias aponta que o anúncio de Musk não garante que o conselho do Twitter concorde com um acordo, mas que está considerando negociações, e que a big tech busca mais informações sobre investigações envolvendo o magnata. Musk também está tendo encontros com acionistas a fim de buscar apoiadores para fortalecer sua oferta. 

A proposta bilionária do executivo – que sugeriu que esta seria sua “última e melhor” oferta – fez com que, na semana passada, o Twitter adotasse a chamada “poison pill” para evitar aquisições hostis. A estrutura propõe que qualquer pessoa ou grupo que adquira a propriedade beneficiária de pelo menos 15% de ações ordinárias sem a aprovação do conselho, outros acionistas terão a chance de adquirir ações adicionais com desconto. 

As discussões continuam na sequência do bilionário ter desistido de fazer parte do board da companhia, conforme indicou o CEO do Twitter, Parag Agrawal, no dia 09 de abril. A integração foi possibilitada após Musk comprar cerca de 10% das ações da big tech.  

Publicidade

Compartilhe

Veja também