WeWork ingressa no OOH em parceria com a Neooh

Buscar
Publicidade

Mídia

WeWork ingressa no OOH em parceria com a Neooh

Empresa de escritórios flexíveis passa a contar com circuito de 400 telas em seus espaços no Brasil, que serão comercializadas a anunciantes

Bárbara Sacchitiello
16 de maio de 2022 - 6h01

A partir desta semana, os escritórios e espaços que a WeWork possui no Brasil passarão a contar com um circuito de 400 telas que exibirão, além de conteúdos diversos e notícias, mensagens publicitárias de marcas dos mais variados segmentos.

 

Felipe RIzzo, CEO da WeWork Brasil: 400 telas exibirão conteúdos e mensagens publicitárias de anunciantes (Crédito: Divulgação)

Por meio de uma empresa com a empresa de out-of-home Neooh, a companhia de coworking decidiu explorar a mídia digital como uma nova fonte de receita para seus espaços de trabalho, utilizando a audiência dos mais de 28 mil membros que se utilizam dos ambientes da companhia.

“Nessa fase inicial serão 400 telas instaladas em áreas estratégicas, como a entrada, espaços de convivência e locais que chamem a atenção das pessoas que o frequentam”, explica o CEO da WeWork Brasil, Felipe Rizzo. Essa é a primeira parceria do tipo que a empresa firma na América Latina.

O negócio amplia as verticais de OOH da Neooh, com ativos relevantes e diferenciados, na visão do CEO da empresa de out-of-home, Leonardo Chebly. “O foco no público corporativo já está presente nos aeroportos, mas ganhou destaque e relevância nesse projeto”. O público-alvo desse novo circuito de OOH serão os milhares de membros da WeWork, considerado qualificado pela empresa. “Eventos focados em inovação, startups e tecnologia estão retornando e serão target muito interessante e qualificado para a mídia”, complementa Chebly.

Rizzo explica que o circuito de mídia da WeWork está disponível não só para as empresas parceiras, mas para marcas dos mais variados segmentos. O modelo firmado com a Neooh é de revenue share, pelo qual as duas companhias dividirão os valores investidos pelos anunciantes. De acordo com Rizzo, as conversas com os primeiros parceiros comerciais estão avançadas.

Publicidade

Compartilhe

Veja também