Cenp-Meios: mercado cresce 19% nos primeiros três meses de 2022

Buscar
Publicidade

Mídia

Cenp-Meios: mercado cresce 19% nos primeiros três meses de 2022

Nova edição do painel reporta investimento em compra de mídia de R$ 3,45 bilhões; TV aberta recupera share

Bárbara Sacchitiello
8 de junho de 2022 - 10h00

Os investimentos em mídia no mercado brasileiro alcançaram o volume de R$ 3,450 bilhões nos primeiros três meses de 2022, de acordo com o mais recente painel Cenp-Meios, divulgado nesta quarta-feira, 7.

 

(Crédtio: Andrii Yalanskyi/Shutterstock)

O montante é 19% maior do que o movimentado pela indústria no primeiro trimestre de 2021, o que indica uma recuperação do mercado após a pandemia de Covid-19, que afetou consideravelmente os negócios de publicidade em 2020 e no início de 2021.

O painel Cenp-Meios relativo ao ano de 2021 já vinha apresentado uma recuperação do mercado, que encerrou o ano com crescimento de 38,8% em comparação com 2020. A tendência de recuperação seguiu em 2022, com o painel registrando alta nos investimentos em mídia.

Os dados do painel Cenp-Meios foram aferidos com base em informações fornecidas por 303 agências de publicidade, uma base um pouco maior do que a de 2021, quando 298 agências reportaram seus resultados ao Cenp-Meios.

Crescimento de (quase) todos os meios

Na comparação direta com o painel relativo aos primeiros três meses de 2021, todos os meios registraram crescimento, em valores absolutos, no painel deste ano. A exceção é o meio revista, que no primeiro trimestre de 2021 registrou R$ 13.197 milhões em compra de mídia e que, em janeiro, fevereiro e março deste ano, apresentou faturamento de R$ 10.429 milhões.

Assim como nas últimas edições do painel Cenp-Meios, o grande destaque, em termos de crescimento, é a Internet, que vem abocanhando mais verbas dos investimentos publicitários. No primeiro trimestre de 2021, o meio registrou R$ 675.8 milhões em compra de mídia. Agora, nos primeiros três meses de 2022, esse valor subiu para R$ 951.2 milhões.

A TV aberta também cresceu, tendo recebido, no primeiro trimestre deste ano, um total de R$ 1.726 em compra de mídia. O out-of-home registrou, no mesmo período, um total de R$ 356.1 milhões em investimentos publicitários (contra R$ 241.8 milhões registrados no primeiro trimestre do ano passado).

Share

Em relação à participação dos meios no bolo publicitário, o destaque vai para a recuperação da TV Aberta, que em 2021 havia baixado o patamar dos 50% (ficando com 45,4 % de participação) e, agora, aparece no painel Cenp-Meios com 50%. O share do OOH também subiu de 8,6% no fim de 2021 para 10,3% no primeiro trimestre.

Já o share da internet, que no ano passado atingiu o recorde de mais de 33% no bolo publicitário, teve um recuo nos primeiros três meses do ano, ficando em 27,6%.

 

(Crédito: Reprodução/Cenp-Meios)

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também