BYD pretende ser maior vendedora de veículos elétricos no Brasil

Buscar

BYD pretende ser maior vendedora de veículos elétricos no Brasil

Buscar
Publicidade

Marketing

BYD pretende ser maior vendedora de veículos elétricos no Brasil

Com cinco opções lançadas no Brasil e uma sexta prometida para 2023, a BYD superou a Tesla em carros produzidos


27 de abril de 2023 - 7h28

A BYD superou em 300 mil carros a produção da Tesla (Crédito: Divulgação)

A chinesa Build Your Dreams (BYD) intensifica a atuação no mercado brasileiro com criação do hub de comunicação The Dream Machine, que terá como CMO o jornalista Pablo Toledo. Em 2022, a BYD lançou no mercado brasileiro cinco opções de veículos – de SUVs e sedans – e, para 2023 está previsto o lançamento do modelo elétrico Dolphin.

No mercado brasileiro, o uso de carros elétricos é baixo (0.6%), principalmente, ao contrapor cenários como na Noruega (83%) e Islândia (51.7%). “Nossa aposta é fazer a BYD ser protagonista desta expansão. Fechamos 2022 com 50 concessionárias nomeadas. O foco é terminar o ano com 100”, comenta Toledo. Apesar do apelo sustentável dos carros elétricos, os valores elevados ainda se distanciam da realidade da maioria dos brasileiros. “Um dos nosso objetivos também é popularizar o carro elétrico, fazer dele um bem durável acessível para população e, por isso, temos um catálogo que começa em 50 mil reais”, explica Fernando Figueiredo, CEO da Bullet e um dos responsáveis pelo projeto de “miniagência” interna na BYD.

“Nesse momento, vamos trabalhar a vertical de mobilidade, com uso das redes sociais, mídia tradicional e OOH, porém, sempre de maneira escalonada. Nossa estratégia vai ser baseada no retorno em cima do engajamento, porque, não vai adiantar investirmos em campanhas grandiosas se não um volume assertivo no fluxo de carros produzidos e disponíveis”, esclarece Figueiredo sobre as estratégias de marketing que serão adotadas a partir dessa fusão.

Para Toledo, a principal vantagem nesse modelo híbrido será a otimização dos processos e maior agilidade criativa. “O modelo é inédito na indústria ao colocar dentro do mesmo hub a estrutura interna de marketing e comunicação. A agência nos dá agilidade e este tempo ganho significa economia, possibilidade de inovação e foco em resultados”, sintetiza.

A BYD teve um salto de 200% no comparativo entre 2022 e 2023. Em breve, a empresa deve dar início a produção local. “No mundo, BYD vendeu quase 1,9 milhões de veículos, estamos bem a frente da Tesla com 1,3 milhões”, ressalta. O CMO ainda acrescenta que esse crescimento tende a subir a partir de planos futuros de trazer ao Brasil ao mapa produtivo com implementação de unidades fabris. Tanto Figueiredo quanto Toledo estiveram na China nas últimas semanas para conhecerem mais sobre os processos de fabricação da empresa.

Sustentabilidade e metrô

Segundo Toledo, os processos de multinacionais costumam ser complexos, no entanto a BYD tem um modelo com maior flexibilidade no comando. “A hierarquia não existe para atrapalhar ou complicar processos e sim, justamente o contrário. Temos acesso a uma mega estrutura de produção global de imagens e conteúdos que só nos dá agilidade e insumos para sermos criativos e eficientes”, explica ele sobre a dinâmica da multinacional asiática.

Apesar de a BYD ser extremamente autônoma em relação ao processo montagem ao produzir todos os componentes dos veículos (motores, baterias, estruturas e afins), a empresa têm objetivos arrojados. Em consonância com os temores e alertas climáticos da última década, a BYD quer reduzir em 1º C a temperatura do planeta.

No Brasil, além do aumento da capilaridade dos veículos elétricos, a BYD participa do processo de implementação dos vagões e locomotivas da Linha 17-Ouro do Metrô de São Paulo. No projeto SkyRail são 14 trens automáticos – sem a necessidade de trabalhadores na operação – com baterias que impedem a interrupção do trem mesmo com a causalidade da falta de energia. A linha que interligará o Aeroporto de Congonhas ao Morumbi transportará 600 pessoas, aproximadamente, por trem.

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Como embaixadora de Dove pela Real Beleza, Heloisy Pereira Rodrigues, formada em IA, trabalhará junto a marca em iniciativas da IA a favor da beleza sem padrões

  • Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Iniciativa acontecerá presencialmente em São Paulo, Campinas e Curitiba para democratizar conhecimento sobre a pele