Castelo tem producao recorde de vinagre

Buscar

Castelo tem producao recorde de vinagre

Buscar
Publicidade

Marketing

Castelo tem producao recorde de vinagre

A publicação deve ser lançada por aqui em novembro deste ano


19 de abril de 2012 - 11h00

A alta de 2,7% prevista para a safra de vinagres da centenária marca Castelo, para um volume recorde de 71,8 milhões de litros em 2012, reflete os resultados colhidos a partir de 2004, com a diversificação dos negócios da companhia, que passou a se chamar Castelo Alimentos, e não mais Vinagre Castelo, e integrou aos tradicionais vinagres de vinho as variantes especiais de arroz, limão, alho, além de balsâmicos frutados, temperos, molhos, azeite e conservas.

“Esses produtos representaram 13% do faturamento da empresa em 2011 e abriram a oportunidade para atuarmos em outros canais e segmentos de mercado até então inexplorados comercialmente”, conta Marcelo Cereser, diretor superintendente da Castelo Alimentos, que hoje vende um total de 60 itens. Alinhada à tendência da gastronomia gourmet, a oferta de linhas premium, especialmente junto aos brasileiros que passaram a ter um poder aquisitivo maior, foi decisiva para manter o crescimento da companhia administrada pelas famílias Cereser e Martinasso.

Em 2011, a receita da Castelo Alimentos atingiu a cifra de R$ 56 milhões, acréscimo de 4,28% em relação ao ano anterior. As exportações para o Japão, Estados Unidos, Inglaterra, Irlanda Portugal, Angola, Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Cuba, Moçambique e Paraguai registram uma participação de 2,5% nesse resultado, projeção que deve se manter também para o ano de 2012. Sob o comando de Marcelo Cereser, a empresa sediada em Jundiaí (SP) – o maior pólo produtor de vinagres do País – responde por 40,5% dos 177 milhões de litros de vinagre consumidos hoje no Brasil, o equivalente a um faturamento da ordem de R$ 200 milhões ao ano.

O objetivo é elevar o consumo per capta por aqui, estimado hoje em apenas 0,8 litro por habitante ao ano, por meio da apresentação de novas ocasiões de consumo, não só em saladas como na preparação de pratos em geral. De acordo com a Associação Nacional das Indústrias de Vinagre (Anav), na Europa o consumo anual chega a 1,8 litro por pessoa e lá o condimento é usado até como desinfetante, desengordurante e neutralizador de odores.

wraps

Comunicação
Para ampliar o leque de consumo no Brasil, a Castelo Alimentos investe em ações de marketing cunhadas sob o conceito “vida leve”. Anúncios em revistas, divulgação no Facebook e Twitter, além de atividades ligadas à experimentação dão vida ao plano, que combina a tradição da marca fundada em 1905 às demandas exigidas pelas recentes movimentações de mercado. Dicas de saúde, receitas, alimentação, práticas de esportes, ações sociais e de lazer permeiam a comunicação da marca a fim de disseminar a adoção de hábitos saudáveis.

“É este o conceito que queremos que os consumidores associem à marca Castelo, já que os vinagres, por exemplo, são considerados produtos que fazem bem à saúde”, conclui Cereser. Segundo ele, a meta é dar continuidade à essa estratégia de comunicação por meio do trabalho da Multi Solution Publicidade e Comunicação, responsável pelas campanhas de mídia, site e redes sociais, e da Tomais Comunicação, que assina os materiais promocionais desenvolvidos para a marca Castelo.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Como embaixadora de Dove pela Real Beleza, Heloisy Pereira Rodrigues, formada em IA, trabalhará junto a marca em iniciativas da IA a favor da beleza sem padrões

  • Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Iniciativa acontecerá presencialmente em São Paulo, Campinas e Curitiba para democratizar conhecimento sobre a pele