Itaú lidera o ranking Brand Dx das marcas mais valiosas em 2023

Buscar

Itaú lidera o ranking Brand Dx das marcas mais valiosas em 2023

Buscar
Publicidade

Marketing

Itaú lidera o ranking Brand Dx das marcas mais valiosas em 2023

As marcas que tiveram maior crescimento nas posições do ranking foram, pela ordem, BTG Pactual, PagSeguro (UOL), Nubank, Gol, Latam, O Boticário, Azul e McDonald’s


21 de novembro de 2023 - 11h01

O ranking Brand Dx das marcas mais valiosas de 2023 registrou incremento de 16% na soma dos valores das 100 marcas mais valiosas do Brasil. Segundo o levantamento, o valor passou de R$ 457 bilhões para R$532 bilhões.

Pelo segundo ano consecutivo, o Itaú é o líder do ranking com valor de marca de R$ 44,2 bilhões e Banco do Brasil, em seguida, com R$ 37,4 bilhões. Em terceiro lugar está o Bradesco, com R$ 33,5 bilhões; em quarto, a Caixa, com R$ 26,4 bilhões; e Nubank, com R$ 14,7 bilhões, fica em sexto.

Também estão no Top 10, em quinto lugar, Skol (R$ 15,5 bilhões); em sétimo, Toyota (R$ 12 bilhões); em oitavo, O Boticário (R$ 11,5 bilhões). Em nono, está o Mercado Livre (R$11,2 bilhões) e, em décimo, Lojas Renner (R$ 10,4 bilhões). Bancos e entidades financeiras representam 50% do Top 10 das marcas mais valiosas do Brasil.

As marcas que tiveram maior crescimento nas posições do ranking foram, pela ordem, BTG Pactual, PagSeguro (UOL), ambas avançaram 17 posições, Nubank (15), Gol e Latam (14 cada), O Boticário (12), Azul (9) e McDonald’s (5). Contudo, na contramão, Amil, Casas Bahia, Claro, Americanas, Vale e JBS tiveram os piores desempenho. Confira o ranking completo a seguir:

grafico-ranking-brand-das-marcas-575x3228

(Crédito: Brand Dx/Divulgação)

Como funciona o ranking?

Para chegar aos resultados, a pesquisa analisou quatro mil marcas em 50 setores da economia, além de enquetes com 25 mil pessoas. A Brand Dx se utiliza da abordagem do uso econômico com fluxo de caixa de marca descontado pelo método do Royalty Relief. Na prática, o método se baseia em fluxos de lucros futuros que podem ser gerados pela marca. Para isso, são combinadas a força da marca e dados financeiros e de negócios. Assim, a companhia estima os lucros e o valor presente das marcas analisadas. Na etapa de avaliação da força da marca, são elementos, como comunicação, posicionamento e reputação até a experiência com canais, produtos e serviços. Ao todo, são 29 indicadores de performance.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Novo contrato poderá render R$ 470 milhões até o final de 2027, o que representa o maior contrato de patrocínio da história do time

  • L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    Como esforço de marketing para construção de marca, o grupo L'Oréal tem reforçado seu interesse em pautas sobre diversidade, feminismo e gênero