Cenp-Meios registra movimento de R$ 12,2 bilhões até setembro

Buscar

Cenp-Meios registra movimento de R$ 12,2 bilhões até setembro

Buscar
Publicidade

Mídia

Cenp-Meios registra movimento de R$ 12,2 bilhões até setembro

Relatório aponta um investimento em compra de mídia 37% maior, de janeiro a setembro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020


16 de dezembro de 2021 - 16h23

(Crédito: iStock)

As agências de publicidade que compõem a base do Cenp-Meios reportaram um investimento em mídia de R$ 12.203.063 de janeiro a setembro deste ano, de acordo com o mais recente relatório divulgado nesta quinta-feira, 16, pelo Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp).

O relatório foi construído com base nas informações fornecidas por 291 agências de publicidade de todo o Brasil e aponta um investimento em compra de mídia 37% maior do que o registrado em 2020. O montante, no entanto, ainda é inferior ao registrado pelo Cenp-Meios de janeiro a setembro de 2019, antes da pandemia de Covid-19. Naquele ano, de janeiro a setembro, as agências haviam reportado um investimento em compra de mídia de R$ 12,524 bilhões

Em 2019, a amostra do Cenp-Meios foi elaborada com base nas informações fornecidas por 226 agências de publicidade. Já em 2020, o ranking foi realizado com os dados enviados por 217 agências. Já para os números de janeiro a setebro deste ano, houve um acréscimo das agências participantes, chegando a 291. É importante ressaltar que os valores somados pelo Cenp-Meios não representam o total do bolo publicitário brasileiro, pois incluem a movimentação financeira destinada à veiculação de publicidade que passa pelas agências certificadas pelo Cenp e participantes do projeto.

Digital em alta
Assim como no ano passado, a Internet responde pelo melhor desempenho dos veículos do Cenp-Meios. Em 2020, o meio tinha um share (participação no bolo publicitário) de 24,3% de janeiro a setembro. Agora, com os dados de 2021, esse share da Internet subiu para 29,6%.

Em números absolutos, os investimentos em mídia direcionados ao digital reportados pelo Cenp-Meios somaram o montante de R$ 3.612.744. Em 2019, esse valor era de R$ 2.161.946, o que representa um crescimento de 67%.

Outros meios
A TV aberta segue na liderança com a maior fatia dos investimentos publicitários, porém, com um share um pouco menor do que o reportado no mesmo período de 2020. Pelos dados atuais do Cenp-Meios, de todo o investimento em mídia feito no Brasil em 2021, de janeiro a setembro, a TV aberta angariou 50,5%. No ano passado, essa fatia era de 54,1%.

Ao todo, a televisão aberta recebeu um investimento em compra de mídia de R$ 6.164.106 em investimentos publicitários, o que configura um aumento de 28% na comparação com 2020.

O out-of-home também teve um desempenho positivo, movimento, pelo Cenp-Meios, um investimento 32% superior ao registrado em 2020. Bastante afetado pela pandemia, o meio, no ano passado, registrou um faturamento de R$ 750, 5 milhões. Agora, neste ano, o investimento de mídia monitorado de janeiro a setembro alcançou R$ 992,2 milhões.

O setor de TV paga manteve registrou um aumento de 25,4% no investimento em compra de mídia nos nove primeiros meses deste ano, em comparação com o ano passado. Em 2020, o Cenp-Meios reportou, para o segmento, um montante de R$ 557,7 milhões e, em 2021, o valor reportado pelo estudo foi de R$ 661,8 milhões. Apesar do aumento nos números, o share de TV paga teve um ligeiro recuo de 5,9% para 5,4%.

Rádio, Jornal, Revista e Cinema
Com o meio Rádio aconteceu o contrário. O segmento, que em 2020 tinha um share de 4,5%, ficou, em 2021, com uma participação de 4% no bolo publicitário. Apesar do encolhimento da fatia, em valores absolutos, o Radio cresceu, angariando R$ 488,3 milhões em investimentos publicitário, um número 21,8% superior ao registrado em 2019.

Na sequência, o meio Jornal aparece com 1,9% de share e aumento de 28,5% nos valores totais de investimentos, que ficaram em R$ 228,3 milhões em 2021. Revista aparece no Cenp-Meios com 0,4% de share, tendo movimento, em compra de mídia, o total de R$ 53,7 milhões. P

or fim, o Cinema registrou de janeiro a setembro uma movimentação de R$ 1,8 milhão em compra de mídia (87% menos do que o registrado em 2020),aparecendo no bolo total com 0% de share.

*Credito da imagem de topo: Shutterstock

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Apple poderá fechar acordo com OpenAI em breve

    Apple poderá fechar acordo com OpenAI em breve

    Parceria permitirá integração de soluções de IA da OpenAI nos aparelhos da gigante da tecnologia; Apple está prestes a lançar o sistema operacional iOS 18 no iPhone

  • Gemini, IA do Google, terá pesquisa por vídeos

    Gemini, IA do Google, terá pesquisa por vídeos

    Novidade foi apresentada pela plataforma no último dia 14 e visa juntar informações em tempo real