Grupo lusitano quer relançar revista Gula no Brasil

Buscar

Grupo lusitano quer relançar revista Gula no Brasil

Buscar
Publicidade

Mídia

Grupo lusitano quer relançar revista Gula no Brasil

Essência do Vinho, que produz conteúdo especializado em Portugal e mais 15 países, adquiriu marca focada em gastronomia e enofilia


4 de fevereiro de 2020 - 6h00

Crédito: Reprodução

O Grupo Essência do Vinho, uma das principais empresas a produzir conteúdo editorial e eventos sobre o universo gastronômico em Portugal e com atuação em outros 15 países, anunciou a aquisição da marca brasileira Gula. A intenção é relançar a revista homônima, que deixou de circular em 2018, junto a uma plataforma que incluirá prêmios, feiras e festivais.

A compra foi formalizada em janeiro e a ideia é voltar com a marca no próximo semestre, nos mercados brasileiro e português. São sócios na operação os diretores da Essência do Vinho, Nuno Botelho e Nuno Pires, e dois jornalistas brasileiros. Alexandre Lalas foi colunista do Jornal do Brasil, colaborador da Adega e crítico da Revista de Vinhos, publicação do grupo português, além de ter passado pela própria Gula, em sua versão mais recente. Miguel Icassatti também colabora para o Essência do Vinho, além de ter passado por Veja Comer & Beber, Estadão e Playboy, entre outros. Também volta à publicação, porém como colunista, J.A. Dias Lopes, um dos principais nomes da crítica gastronômica brasileira e um dos fundadores da Gula.

A presença de fortes marcas no mercado brasileiro nos segmentos em que a Gula quer voltar a competir não desanima os sócios. “Quanto mais marcas estiverem trabalhando por esse segmento, mais ele vai crescer”, diz Miguel Icassatti. Além da Prazeres da Mesa, ele cita a ProWine, maior feira de vinhos do mundo, que anunciou a realização de uma edição brasileira em outubro próximo. “O consumo de vinhos, as escolas e cursos, a formação de novos especialistas, o interesse do grande público, são todos fatores que acreditamos que gera essa demanda. Estamos na era dos chefs, é algo crescente, com reality shows, programas de TV e profissionais renomados divulgando as diversas culturas da gastronomia brasileira. Admiramos o trabalho da Prazeres da Mesa, o Ricardo Castilho (diretor editorial e sócio fundador) foi meu chefe e é meu amigo. Mas acreditamos que há essa oportunidade para uma outra marca.”

O plano é trabalhar intensamente as plataformas digitais e fazer do impresso um produto premium, de acabamento gráfico sofisticado e circulação mais espaçada, no Brasil e em Portugal. “Lá o impresso ainda é muito forte, vende-se muito jornal e só no segmento de vinho há duas revistas no mercado. E com a Gula vamos apostar muito na valorização da gastronomia brasileira na Europa”, diz Miguel.

Os sócios têm se reunido em Portugal para definir estratégias para o relançamento, incluindo o Prêmio Gula, que foi um dos mais prestigiados do segmento no Brasil. Apesar da participação de sócios estrangeiros, a empresa que vai gerir a marca será constituída no Brasil. Em sua versão mais recente, a Gula estava com a Editora Preta, do empresário André Tanure, até ser adquirida pela Gema Custom Mags em 2015, encerrando circulação e atualização em plataformas três anos depois. Os novos sócios não informam o valor investido na compra da marca.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Anunciantes e Kantar criam novo player de medição de audiência nos EUA

    Anunciantes e Kantar criam novo player de medição de audiência nos EUA

    Chamada de Aquila, plataforma é fruto de coalização entre Associação dos Anunciantes, Kantar, Meta, Amazon e TikTok

  • Pinterest lança ferramentas de IA para criativos e performance

    Pinterest lança ferramentas de IA para criativos e performance

    Recursos estão sob guarda-chuva do Pinterest Ad Labs, novo programa de inovação da plataforma para marcas selecionadas testarem os protótipos