Itália decide banir ChatGPT do país

Buscar
Publicidade

Mídia

Itália decide banir ChatGPT do país

Decisão de banimento temporário do ChatGPT é justificada pela “coleta ilegal de dados pessoais”, conforme indica órgão regulador


31 de março de 2023 - 13h03

A Itália anunciou nesta sexta-feira, 31, que irá banir temporariamente o ChatGPT do país. A Autoridade de Proteção de Dados, órgão regulador de privacidade italiano, alega que a OpenAI, desenvolvedora da inteligência artificial, está atuando sob a “coleta ilegal de dados pessoais” da população.

Inteligência artificial e edtechs

Sucesso do ChatGPT levanta o debate sobre IA em diferentes áreas (Crédito: Tada Images/ Shutterstock)

O anúncio foi feito em um comunicado no portal Garante Privacy. Além disso, foi instaurado um inquérito sobre o caso. De acordo com o informe, em 20 de março houve um relato de vazamento de dados que afetou conversas dos usuários do ChatGPT, bem como informações sobre pagamentos dos assinantes da plataforma na Itália.

“A SA italiana destaca que nenhuma informação é fornecida aos usuários e titulares de dados cujos dados são coletados pela Open AI; mais importante, parece não haver base legal para a coleta massiva e processamento de dados pessoais para “treinar” os algoritmos nos quais a plataforma se baseia”, consta no documento.

O órgão cita, ainda, que a falta de mecanismos de verificação de idade expõe crianças a respostas e informações inadequadas por parte da tecnologia. Vale lembrar que, segundo os termos da OpenAI, o ChatGPT é destinado a usuários a partir dos 13 anos de idade.

Contudo, segundo reportagem do The Verge, no momento da publicação de uma reportagem sobre o caso nesta manhã, era possível acessar o serviço através de uma VPN que direciona ao tráfego por Milão, na Itália. O portal indica que, provavelmente, levará algum tempo para que a OpenAI cumpra a ordem de parar de processar os dados dos usuários italianos.

Ademais, OpenAI tem 20 dias para cumprir a ordem. Assim, caso contrário, será aplicada uma multa de até € 20 milhões ou 4% de sua receita anual global.

ChatGPT e o avanço da IA

O lançamento do ChatGPT pela OpenAI deu origem a uma corrida pelo desenvolvimento de serviços de inteligência artificial superiores. Para acelerar sua presença junto a tecnologia, a Microsoft deve investir US$ 10 bilhões na startup. O Google lançou, na última semana, o Bard. A IA criada para concorrer com o ChatGPT já está disponível nos Estados Unidos e Reino Unido e deverá ser expandida para outros mercados.

Além das discussões acerca da segurança de dados, há uma preocupação de outros impactos não-éticos à sociedade. Alguns deles envolvem a propagação de informações e imagens falsas, automação e substituição de postos de trabalho e sobreposição da habilidade humana.

Um grupo de mais de mil pessoas, entre bilionários, acadêmicos e pesquisadores do campo da tecnologia, emitiu uma carta pedindo pela pausa em pesquisas sobre inteligência artificial. Nomes como Elon Musk e Steve Wozniak, cofundador da Apple, estão entre os apoiadores da causa. Simultaneamente, a Unesco emitiu uma convocação para que países participem de suas recomendações sobre ética na inteligência artificial.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Levantamento da Brain investigou hábitos de consumo de redes sociais entre diversas faixas etárias; WhatsApp é o app líder entre todas as gerações

  • Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Após ter aumentado assinatura no mercado norte-americano, plataforma também terá novos valores no País a partir de setembro