Microsoft decide deixar o conselho da OpenAI

Buscar

Microsoft decide deixar o conselho da OpenAI

Buscar
Publicidade

Mídia

Microsoft decide deixar o conselho da OpenAI

Big tech alega que a dona do ChatGPT já tenha estabilidade o suficiente para sua saída; Apple também opta por não ocupar lugar de observadora no conselho de administração


11 de julho de 2024 - 9h58

A Microsoft se retirou do conselho de administração da OpenAI, conforme apontou em carta na última terça-feira, 9. Apesar disso, a big tech segue como a principal investidora da dona do ChatGPT, com uma participação de quase 50%.

microsoft conselho openai

(Crédito: Mohammad Rezaie/Unsplash)

O Financial Times aponta que, de acordo com o documento, assinado por Keith Dolliver, vice-conselheiro geral da Microsoft, a empresa está satisfeita com o “progresso significativo do conselho recém-formado e está confiante na direção” da OpenAI. Ademais, reiterou que a saída seria “imediatamente efetiva”.

No ano passado, a Microsoft conquistou a posição de observadora, sem direito a voto, no conselho da organização de Sam Altman – na mesma época em que o CEO foi retirado do cargo. A big tech mantém relações antigas com a OpenAI. Em 2022, investiu US$ 13 bilhões (cerca de R$ 70,4 bilhões) para fomentar a expansão da IA generativa e acompanhar a explosão dos serviços de chatbot.

A Apple também optou por não ocupar o mesmo lugar de observadora no conselho da OpenAI. A expectativa era de que a companhia integrasse a cadeira para inserir o ChatGPT no iPhone em meio à suas investidas em IA generativa. Ainda segundo fontes do Financial Times, o acordo não teria se concretizado.

Entidades antitruste da União Europeia e dos Estados Unidos estão analisando a parceria entre a Microsoft e a OpenAI. Os órgãos investigam questões relacionadas ao monopólio em meio à concorrência crescente do setor da tecnologia.

Neste novo momento, tanto a Apple quanto a Microsoft participarão de reuniões regulares com a OpenAI em uma abordagem para informar e envolver parceiros estratégicos.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Levantamento da Brain investigou hábitos de consumo de redes sociais entre diversas faixas etárias; WhatsApp é o app líder entre todas as gerações

  • Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Após ter aumentado assinatura no mercado norte-americano, plataforma também terá novos valores no País a partir de setembro