DE 26 A 29 DE FEVEREIRO DE 2024 I BARCELONA – ESP

Opinião

Mercado mobile global representa grande oportunidade para as fintechs

As tendências são semelhantes no Brasil, onde o setor também tem sido impulsionado pela necessidade de melhorar o engajamento do cliente por meio de serviços personalizados e soluções de pagamento inovadoras


26 de fevereiro de 2024 - 17h04

Nesta edição do MWC Barcelona, as fintechs também são tema de discussões importantes em relação à transformação digital do setor, com abordagens sobre pagamentos de próxima geração, experiências personalizadas e blockchain . Globalmente, o mercado também observa um crescimento significativo em áreas como inteligência artificial para finanças pessoais e foco em oportunidades de sustentabilidade ambiental, social e de governança corporativa (ESG). Tais demandas são impulsionadas pela preocupação do setor e do consumidor com questões de responsabilidade social e busca por serviços financeiros éticos e sustentáveis. Empresas que focarem nestes aspectos estarão no caminho para se destacarem.

As tendências são semelhantes no Brasil, onde o setor também tem sido impulsionado pela necessidade de melhorar o engajamento do cliente por meio de serviços personalizados e soluções de pagamento inovadoras, o que reflete uma preocupação das empresas em fornecer soluções mais seguras e eficientes.

Principais categorias de aplicativos de fintechs

Globalmente, o setor de fintechs tem passado por uma grande mudança do comportamento do consumidor em direção à busca por soluções de mobile banking. Isso é refletido em um ritmo muito mais rápido no mercado brasileiro, conforme alguns dados da Adjust ilustram. No Brasil, é possível notar um crescimento de 47% no número médio de instalações por dia de aplicativos bancários em 2024 em relação ao início de 2023. Este número supera a média global, que atingiu um aumento de 31%.

Além disso, os números mostram que neste ano os aplicativos de pagamento no Brasil já registraram um crescimento de 15% no número de sessões, ou seja, a frequência em que um usuário interage com o app após a instalação. Tal fato indica uma crescente preferência do consumidor por utilizar carteiras digitais. Não posso deixar de destacar o impacto do Pix nesta tendência. Estima-se que este sistema de transferência represente 22% dos pagamentos eletrônicos do país até 2030.

Inovações para fintechs que apostam no mobile

Os aplicativos financeiros estão aproveitando as tecnologias de IA para aumentar a produtividade e a receita e transformar as interações com os clientes, a gestão de riscos e a eficiência operacional. A integração da IA com a nuvem e a análise de dados também permite que esses apps ofereçam serviços mais personalizados e contem com processos de tomada de decisão aprimorados.

Por exemplo, algumas das experiências personalizadas que vejo sendo implementadas por grandes players da indústria de aplicativos de pagamento incluem: recibos inteligentes com acompanhamento detalhado de compras; ofertas personalizadas com base no perfil do consumidor e oportunidades de receber cashback de grandes marcas.

Oportunidades para o marketing mobile voltado para fintechs

O crescimento de instalações e uso de aplicativos no Brasil indica uma grande oportunidade para campanhas centradas no engajamento e retenção de usuários existentes. Vale aumentar o marketing por e-mail, notificações push e no aplicativo, bem como ajustar a jornada do usuário com análises de eventos detalhadas para continuar incentivando a interação com os apps.

Neste sentido, o marketing personalizado permite que os aplicativos financeiros entreguem mensagens, ofertas e conteúdo sob medida que estão alinhados com os objetivos e perfis dos usuários. Utilizando segmentação, análise de dados e insights de comportamento, os aplicativos identificam preferências, interesses e padrões de uso do cliente, permitindo a criação de experiências personalizadas que atendam às necessidades específicas de cada um.

Com o avanço contínuo da tecnologia e o aumento da digitalização financeira, os aplicativos de fintechs continuarão a se destacar e desempenhar um papel importante, tanto para os consumidores quanto para todo o mercado mobile brasileiro.

Publicidade

Compartilhe