W2W Summit 2024: A mão invisível do ESG

Buscar
Publicidade

Vídeos

W2W Summit 2024: A mão invisível do ESG

Confira na íntegra painel sobre sustentabilidade com Raquel Ogando, Denise Hills e Grazi Mendes


9 de abril de 2024 - 6h26

Painel “A mão invisível do ESG” abriu o Women to Watch Summit 2024. Da esq. para a dir.: Denise Rios, Grazi Mendes, Raquel Ogando e a moderadora, Michelle Borborema, do W2W (Crédito: Eduardo Lopes/Imagem Paulista)

Do tripé da sustentabilidade, criado em 1994 pelo britânico John Elkington, à difusão do termo “ESG” pelo Pacto Global da ONU, a prática tornou-se um pilar essencial de empresas que querem manter seus negócios e reputações vivos frente às mudanças climáticas e à corrupção, desigualdade de direitos e falta de oportunidades nas companhias. Mas, para além do selo dado às organizações que cuidam do meio ambiente, da governança corporativa e da responsabilidade social, o quanto é possível ter estratégias inovadoras e alinhadas ao ESG nas empresas? O capitalismo regenerativo é mesmo viável? O que realmente mexe os ponteiros dos negócios, do planeta e da sociedade?

As reflexões para estes questionamentos fizeram parte do painel que abriu a terceira edição do Women to Watch Summit, realizada no dia 26 de março, em São Paulo. Logo no início, o evento abriu espaço para três liderança femininas contarem como enxergam o avanço da agenda ESG nos negócios e, sobretudo, como fica cada vez mais difícil desassociar a inovação e o crescimento corporativo dos pilares de preservação ambiental e promoção social.

Confira abaixo o painel na íntegra.

Painelistas:

Raquel Ogando, diretora de Reputação e Sustentabilidade da BRF
Denise Hills, conselheira consultiva e especialista em sustentabilidade
Grazi Mendes, head de Diversidade, Equidade e Inclusão da ThoughtWorks

Moderadora:

Michelle Borborema, editora de conteúdo e estratégia da plataforma Women To Watch

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Instituto Liberta lança campanha contra violência sexual infantil

    Instituto Liberta lança campanha contra violência sexual infantil

    Fátima Bernardes e Denise Fraga estrelam vídeos que alertam sobre dificuldade de identificação do crime

  • Algoritmos novos, vieses antigos: como a IA reforça estereótipos

    Algoritmos novos, vieses antigos: como a IA reforça estereótipos

    Especialistas refletem sobre a urgência de uma abordagem crítica e transparente na implementação de tecnologias de inteligência artificial