>>>>LINK >>> >>>ID >>

Após fim da POD, LDC fica com Márcio Callage

Buscar

Comunicação

Publicidade

Após fim da POD, LDC fica com Márcio Callage

Executivo ocupará o cargo de VP de Desenvolvimento; contas de Vulcabrás Azaleia, Uber e UFC também são incorporadas pela agência

Bárbara Sacchitiello
11 de maio de 2016 - 12h31

Atualizada às 15h26

Dias depois de o sócio-fundador da Pereira & O’Dell, PJ Pereira, ter anunciado o fim da operação da agência no Brasil, a LDC anunciou a absorção de algumas contas que estavam na carteira da agência e a contratação efetiva de Márcio Callage, que ocupava o cargo de diretor da Pereira & O’Dell no Brasil.
A partir de agora, Callage passa a ocupar o posto de vice-presidente de desenvolvimento da LDC. “Por ter uma veia empreendedora e um olhar contemporâneo sobre o comportamento digital, Marcio vai contribuir e muito para desenvolver novos negócios dentro e fora da LDC”, declara o presidente da agência, Guga Ketzer, em comunicado.

LDC-Executivos

O time de executivos da LDC: Ronaldo Severino (VP Financeiro), Ken Fujioka (VP de Planejamento), Guga Ketzer (presidente), Marcio Callage (VP de Desenvolvimento) e Daniel Chalfon (VP de Mídia) (Crédito: Divulgação)

Além de Callage, a LDC também incorpora em seu portfólio algumas contas que eram atendidas pela Pereira & O’Dell. Três marcas da Vulcabrás Azaleia (Djean, Azaleia e Olympikus) e também Uber e UFC passam a ser atendidos pela equipe da LDC.

Ana Cortat, que ocupava o posto de vice-presidente de planejamento da Pereira & O’Dell, deixou a operação.  Claudia Schneider, que era vice-presidente de atendimento da POD, será diretora de atendimento das contas que vieram de sua antiga agência. De acordo com a LDC, além de Callage e de Claudia, também ficarão na agência outros 15 profissionais que trabalhavam na Pereira & O’Dell.

Embora seja tratada oficialmente como uma fusão, a junção das duas agências representa o fim das operações da Pereira & O’Dell no País. No último fim de semana, PJ Pereira enviou um comunicado aos seus contatos no Facebook informando que aqueles últimos dias tinham sido os derradeiros na trajetória da agência no Brasil e que ele não tinha planos de abrir um outro escritório nacional da empresa, que também atua nos Estados Unidos.

Histórico
A Pereira & O’Dell foi fundada em 2008 em São Francisco por PJ Pereira e Andrew O’Dell, com investimento do Grupo ABC, e em 2013, abriu operações em São Paulo e Rio de Janeiro. O escritório do Rio de Janeiro foi fechado no ano passado no momento da incorporação da DM9Sul pela Pereira & O’Dell São Paulo.

O Grupo ABC seguiu como sócio majoritário da POD, com 51% das ações e, em julho do ano passado, a agência absorveu a operação da DM9Sul e passou a ser comandada pelo diretor-geral Marcio Callage, fundador da agência gaúcha. Callage tinha ao seu lado no comando da Pereira & O’Dell São Paulo Sophie Schonburg (criação), Ana Cortat (planejamento) e Claudia Schneider (atendimento). Pouco antes do anúncio da absorção da agência pela LDC, em março, Sophie foi anunciada como nova vice-presidente de criação da McGarryBowen.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Ana Cortat

  • Claudia Schneider

  • Daniel Chalfon

  • Guga Ketzer

  • Ken Fujioka

  • Marcio Callage

  • PJ Pereira

  • Ronaldo Severino

  • Sophie

  • LDC

  • Pereira & O'Dell

  • Agencias

  • Negócios

  • Operações

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”