Grand Rapids: uma cidade que não morre

Buscar

Grand Rapids: uma cidade que não morre

Buscar
Publicidade

Comunicação

Grand Rapids: uma cidade que não morre

População se mobiliza contra Newsweek e mostra em viral que cidade está mais viva do que nunca


31 de maio de 2011 - 3h11

A cidade de Grand Rapids, no estado norte-americano do Michigan, foi apontada recentemente pela revista semanal Newsweek como uma das 10 “cidades à beira da morte” nos Estados Unidos, ao lado de nomes como Pittsburgh, Cleveland, Rochester, Nova Orleans e Detroit.

Dentre os critérios estão o tamanho da população, a variação populacional nos últimos 10 anos e a proporção de pessoas com menos de 18 anos.

Mas a cidade decidiu reagir. A iniciativa de alguns cidadãos reuniu cerca de 5 mil pessoas para gravar um “video-resposta” à Newsweek.

Ao som de “American Pie”, uma canção que fala de morte, uma câmera percorreu diversos pontos da cidade mostrando a alegria da população. O vídeo de nove minutos se tornou viral e já ultrapassou a barreira de 1 milhão de visualizações.

Para se ter uma ideia de quanto isso representou para o orgulho de Grand Rapids, a população total da cidade beira os 200 mil. Ou seja, uma a cada 40 pessoas participou da ação. É como se 250 mil pessoas que vivem em São Paulo (sem considerar a região metropolitana) decidissem fazer o mesmo.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Com Nadal, Vivo joga luz sobre questões climáticas

    Com Nadal, Vivo joga luz sobre questões climáticas

    Campanha da Galeria para empresa de telecomunicação traz reflexões sobre o futuro de planeta narradas pelo craque do tênis

  • Perfil de memes da vida corporativa, Festa da Firma organiza festival de hambúrger

    Perfil de memes da vida corporativa, Festa da Firma organiza festival de hambúrger

    Interações da página com seguidores no Instagram motivou criação do Happy Burger, pensado para fazer o vale-refeição durar mais