Ibope: as agências que mais crescem

Buscar
Publicidade

Comunicação

Ibope: as agências que mais crescem

Ranking de compra de mídia aponta desempenhos positivos de My Propaganda (house da Hypermarcas), Z+, Artplan e David; e quedas no faturamento de WMcCann, Y&R e MullenLowe


14 de fevereiro de 2018 - 9h22

Com campanhas como a de Doril, a My Propaganda, house da Hypermarcas, saltou da décima para a segunda posição em 2017

Considerando as 40 maiores agências compradoras de mídia do Brasil, listadas no ranking da Kantar Ibope Media, que divulgou na semana passada os números consolidados de 2017, metade teve desempenho financeiro melhor que o registrado em 2016 — e a outra metade apresentou valor menor que o do ano anterior.

Apesar da queda de 34%, a Y&R mantém a liderança pelo 15º ano consecutivo, mas agora com números bem mais próximos da segunda e da terceira colocadas — a Y&R já havia diminuído em 15% sua compra de mídia em 2016. A My Propaganda, house da Hypermarcas, saltou da décima para a segunda posição em 2017, e a Publicis Brasil subiu da quinta para a terceira colocação.

Considerando as 30 maiores do ano passado, os melhores desempenhos foram os de My, com alta de 64%; Z+, que cresceu 60%; e Artplan, com alta de 43% na compra de mídia (incluídos aí os valores de investimento da Ricardo Eletro, administrados pela Pullse, do Grupo Artplan).

As que mais caíram foram WMcCann (-40%), Y&R (-34%) e MullenLowe (-33%). E analisando todo o ranking das 50 maiores, o maior crescimento foi da David, que aparece na 34a posição e avançou 77%.

O fato de a metodologia do ranking levar em conta as tabelas que os veículos dizem cobrar distorce os valores absolutos, já que há casos em que as negociações com agências e anunciantes baixam os preços em até 90% — mesmo assim, a pesquisa não deixa de ser uma referência para o mercado.

 

Ranking de desempenho
Posição Agência Variação (17-16)
Y&R -34%
My Propaganda 64%
Publicis Brasil 9%
Africa -3%
Talent Marcel 8%
Ogilvy & Mather -18%
AlmapBBDO -31%
Leo Burnett Tailor Made -15%
Z+ 60%
10ª WMcCann -40%
11ª Artplan 43%
12ª DPZ&T 9%
13ª Escala 15%
14ª FCB Brasil 8%
15ª Havas Worldwide* -33%
16ª JWT -20%
17ª Lew’Lara\TBWA -24%
18ª DM9DDB 24%
19ª We 19%
20ª Rino.com 20%
21ª F/Nazca S&S -18%
22ª Grey 29%
23ª Propeg -27%
24ª Multi Solution 8%
25ª Alternativa **
26ª MullenLowe -33%
27ª BETC* **
28ª NBS -30%
29ª Heads 2%
30ª E Mídia 2%
31ª Neogama 8%
32ª Fullpack -2%
33ª Tribal -47%
34ª David 78%
35ª REF+ 27%
36ª Mestiça **
37ª Wieden + Kennedy -12%
38ª Nova/SB 5%
39ª Fischer -11%
40ª Gotcha **
41ª Moma -7%
42ª Master -21%
43ª Panda 12%
44ª Raí **
45ª 3A Worldwide -9%
46ª Ampla **
47ª OpusMultipla **
48ª Jota Com **
49ª Dentsu -16%
50ª Fbiz **

*Havas e BETC se fundiram em 2017
**Agências não incluídas no Top 50 de 2016

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Apenas 8% dos negros ocupam cargos de liderança no Brasil, diz pesquisa

    Apenas 8% dos negros ocupam cargos de liderança no Brasil, diz pesquisa

    Realizada pelo Indique uma Preta e Cloo, a pesquisa revela ainda que menos de 5% das lideranças das 500 maiores empresas do País são negras

  • Projeto propõe banco de imagens com mais brasilidade

    Projeto propõe banco de imagens com mais brasilidade

    Iniciativa "Brasil com S" busca ampliar a representação mais verdadeira do País no mercado publicitário