Classe C ainda valoriza publicidade tradicional

Buscar

Comunicação

Publicidade

Classe C ainda valoriza publicidade tradicional

Segundo relatório ?Marketing para a Classe Média?, da Mintel, consumidores da classe média são os que mais procuram promoções de produtos na TV


4 de fevereiro de 2016 - 12h15

A classe C é a mais propensa a procurar promoções na TV. Segundo o estudo “Marketing para a Classe Média”, realizado pela Mintel, 25% dos consumidores de classe média afirmam prestar mais atenção em anúncios da mídia tradicional em vez de mídia online, saltando para 35% entre as mulheres acima dos 35 anos. A classe AB, por sua vez, tende a procurar por promoções no online.

Por outro lado, o público masculino da classe C é o grupo demográfico que menos presta atenção à mídia tradicional e o mais inclinado a utilizar dispositivos móveis durante comerciais de TV. Os jovens da classe média, com idade entre 16 e 24 anos, são os mais interessados em obter informação, por meio de apps ou sites, de produtos vistos em programas de TV, novelas e filmes. De acordo com o relatório, as marcas direcionadas a esse público devem encontrar formas de associarem seus anúncios, principalmente os televisivos, à internet e às redes sociais.

Os anúncios nas redes são, aliás, bem recebidos por 20% dos consumidores pertencentes à classe C, desde que sejam discretos. Os anúncios aleatórios nesse meio devem ser divertidos como os da TV para atrair a audiência, aponta a Mintel. Já nos websites, porém, a propaganda é considerada irritante por 18% desse grupo. Uma solução para essa rejeição seria, segundo a pesquisa, a personalização dos anúncios e uma maior transparência dos portais em relação à privacidade dos dados.

Recomendação e diversidade
No momento de obter informação sobre produtos, 20% dos consumidores da classe C confiam mais na recomendação de amigos e familiares do que em anúncios tradicionais ou digitais. Para fidelizar o comprador as marcas devem, de acordo com o relatório, incentivar a propaganda “boca a boca”. A distribuição de cupons de desconto, por exemplo, podem ser uma maneira de disseminar o comportamento.

A representação da diversidade brasileira na publicidade é algo relevante para 15% dos jovens de classe média e para 12% dos consumidores desse extrato socioeconômico em geral. O estudo conclui que as marcas que mostram visões realistas dos variados grupos demográficos e estilos de vida se mostram relevantes e atualizadas perante o público.  

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”