Trabalhar de graça para Cannes? Não!

Buscar

Comunicação

Publicidade

Trabalhar de graça para Cannes? Não!

Em nova carta, Apro e entidades do setor audiovisual recomendam a associados que não participem da produção de filmes publicitários sem remuneração


4 de fevereiro de 2016 - 11h02

Pelo terceiro ano consecutivo, a Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais (Apro) e outras entidades do setor recomendaram a seus associados que não prestem serviços de forma gratuita para a produção de filmes publicitários que serão inscritos no Festival Internacional de Criatividade de Cannes.

As entidades chamam de “filmes de Cannes” as obras audiovisuais produzidas com o intuito claro de angariar prêmios no festival e que, por isso, costumam utilizar a força de trabalhos das produtoras sem remuneração. É comum que as agências que as agências façam tal proposta oferecendo, em, contrapartida, o reconhecimento da produtora caso aquela peça conquiste um prêmio no Festival.

O comunicado assinado pelas entidades destaca que entre as razões da recomendação para que os associados não aceitem participar de tais projetos está “a repentina alta do dólar associada ao momento recessivo do país, que elevaram os custos gerais de produção, criando um ambiente de negócios onde não há mais como solicitar que pessoas, espaços e equipamentos sejam colocados para trabalhar sem remuneração.”

A carta também ressalta que a cadeia produtiva do setor continuará colaborando com a produção de comerciais beneficentes e filantrópicos desde que tenham sido devidamente encomendados pelas ONGs e entidades sem fins lucrativos.

Além da Apro, também assinam o comunicado a Associação Brasileira das Empresas Locadoras de Equipamentos Audiovisuais (Abele); Assistentes de Câmera Associados do Estado de São Paulo (Acasp); Associação dos Técnicos em Iluminação e Maquinaria (Astim); Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo (Sindcine); Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão de São Paulo (Sated) e União dos Diretores de Fotografia de São Paulo (Udfsp). 

wraps

Publicidade

Compartilhe