GE mostra soluções para superar impossível

Buscar

Comunicação

Publicidade

GE mostra soluções para superar impossível

Criada pela BBDO NY, série global de vídeos aplica tecnologia da companhia em problemas desafiadores do mundo


11 de fevereiro de 2016 - 3h55

A GE apresenta série global “Missões (Quase) Impossíveis” para mostrar como a companhia pode desenvolver tecnologias e soluções inusitadas para problemas antes considerados impossíveis por diferentes áreas da indústria.

Desenvolvidos pela BBDO NY, os três episódios partem de ideias curiosas como prender um raio em uma garrafa, falar com uma parede e fazer uma bola de neve sobreviver após o inverno.

Em “É possível prender um raio em uma garrafa?”, expressão em inglês que significa ser praticamente impossível fazer algo, a GE cria uma tecnologia capaz de capturar energia dos raios e armazenar em uma garrafa. A carga elétrica é usada como combustível para um carro. No filme “Qual a chance de uma bola de neve sobreviver no inferno?”, a companhia utiliza uma tecnologia das áreas de Energia, Aviação e Saúde desenvolvida para resistir a temperaturas elevadas e coloca uma bola de neve em um suporte feito em uma impressora 3D. Após ser mergulhada em uma liga metálica líquida, com mais de 1000°C, a bola de neve não derrete. Para mostrar que é possível “Falar com as paredes”, a GE vai ao Memorial do Muro de Berlim e, por meio do acelerômetro – tecnologia utilizada em turbinas e motores de aviões -, detecta as vibrações da voz da pessoa que está de um lado do muro e transmite uma história contada por um senhor a crianças que estão do outro lado.

No Brasil, a série será lançada em português no canais digitais da marca.  

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”