Grupos sofrem queda de receitas na AL

Buscar

Comunicação

Publicidade

Grupos sofrem queda de receitas na AL

Receitas do Publicis Groupe, Omnicom e Interpublic caíram na região; 2016 deve ser ano de cautela


15 de fevereiro de 2016 - 10h10

Os reflexos da crise econômica no Brasil se refletem no balanço financeiro de três das maiores holdings de comunicação do mundo. Omnicom, Interpublic e Publicis Groupe apresentaram seus resultados na semana passada e apontaram queda de receitas com as operações da América Latina. 

Proprietário de redes como BBDO, DDB e TBWA, além do Grupo ABC, o Omnicom encerrou 2015 com uma receita global de US$ 15,1 bilhões – 1,2% menor do que a registrada em 2014. As receitas do grupo cresceram organicamente em quase todas as regiões do planeta, exceto na América Latina, onde houve uma retração de 3,3%.

Para o Publicis Groupe, a queda na América Latina foi percentualmente maior (5,3%). Na América do Norte e Ásia, o grupo teve um ligeiro crescimento e na Europa, África e Oriente Médio, os negócios se mantiveram estáveis em relação à 2014. Na média global, o Publicis Groupe cresceu 1,5%. Maurice Levy, chairman do grupo, declarou que 2016 deve ser um ano de crescimento modesto e que o período servirá para a holding reorganizar seus negócios.

Na apresentação dos resultados de 2015, o CEO do Interpublic, Michael Roth, citou o Brasil como exemplo dos mercados que exigirão maior cautela por parte do grupo neste ano. Segundo ele, essa instabilidade, que já afeta os negócios do País, também ter efeitos na Europa, Oriente Médio e até na China. Apesar da ressalva, o Interpublic fechou o ano com receita de US$ 7,61 bilhões, 1% a mais do que em 2014.

Com informações do Advertising Age

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”