BBH Nova York faz campanha em troca de cerveja

Buscar

Comunicação

Publicidade

BBH Nova York faz campanha em troca de cerveja

Em época de discussão do modelo de remuneração, peças da bebida Stronger Seltzer foram pagas com 12 mil latas da Pabst Blue Ribbon


23 de agosto de 2019 - 17h31

Campanha quer posicionar o produto como uma opção mais forte que os concorrentes da categoria (Crédito: Reprodução/AdAge)

Por E.J. Schultz, do AdAge

A BBH New York encontrou um novo modelo de remuneração. Ao invés de receber em dólares pela campanha da Stronger Seltzer, nova bebida com alto teor alcoólico da marca Pabst Blue Ribbon, a agência aceitou ser paga com cervejas. Ao todo, serão enviadas 12 mil latas para o escritório da BBH.

“Nós realmente queríamos trabalhar com eles, provar nossa capacidade e apenas pensamos que seria algo divertido de se fazer, juro”, disse Alex Monger, business director da BBH New York. “Então calculamos quantas cervejas poderiam possivelmente ser consumidas no escritório, nos nossos happy hours, festas e outras coisas. Sugerimos esse número para eles e estamos muitos felizes.”

A campanha, lançada nesta semana, é chamada “Mais forte do que você imagina”. O objetivo é posicionar o produto, que conta com 8% de volume álcoolico, como uma escolha mais potente do que as oferecidas por marcas líderes na categoria de bebidas estilo “ice”, que incluem marcas americanas como White Claw e Truly, ambas com 5% de ABV.

A campanha da BBH inclui uma série de vídeos ilustrados para o digital, que trazem a mensagem de força por meio de personagens excêntricos. Um deles apresenta uma mulher, com pelos nas pernas e uma bebida da marca nas mãos, desfilando em uma calçada que se abre para ela receber outra lata da Stronger Seltzer. A mulher está “sendo foda, fazendo suas próprias coisas, sendo forte,” afirma Monger.

O acordo de pagamento com cervejas acontece quando as verbas direcionadas a campanhas têm sido revisadas e agências e clientes tentam chegar num acordo sobre boas práticas de remuneração. Ser pago com bebidas pode ser visto como mais uma desvalorização do serviço das agências. Mas Monger não vê dessa forma.

“Eu não estou dizendo que o pagamento em cervejas é o futuro do modelo de remuneração das agências”, afirmou. “Mas penso que existe algo de ultrapassado no velho pagamento por hora. Nós estamos sempre procurando junto com todos os nossos clientes por formas de receber um pagamento diferenciado, seja um bônus relacionado com performance, baseado no valor do nosso trabalho ou em cervejas.” Outro cliente, a companhia aérea Air Portugal, a BBH negociou um desconto de 50% nos voos como parte de um pacote de remuneração.

Com a Pabst Blue Ribbon, a BBH tem planos a longo prazo. A agência propôs o acordo de cervejas com o objetivo de “aceitar mais projetos para serem pagos em dinheiro e não apenas em bebidas, como já aconteceu”. O business director da BBH se recusou a divulgar os outros projetos, mas afirmou que envolvem inovações da marca.

Além da campanha para a Stronger Seltzer, o acordo envolveu ações para a nova bebida à base de café da marca. Latas dos dois produtos foram incluídas nas remessas para a BBH, além da cerveja regular da Pabst.

As latas são enviadas em remessas trimestrais. “Em certo momento, nós pensamos em pegar as 12 mil cervejas de uma vez”, disse Monger. “Nós só pensamos como seria divertido encher uma sala de conferência com elas”. Mesmo com as entregas fracionadas, a BBH tem uma grande quantidade de bebidas para dar conta. “Na nossa sala de armazenamento há uma montanha de Pabst Blue Ribbon”, conta Monger.

*Tradução: Taís Farias

*Crédito da foto no topo: Reprodução/ AdAge

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”