Vencedores do Effie College 2019 se destacam por aplicabilidade

Buscar

Comunicação

Publicidade

Vencedores do Effie College 2019 se destacam por aplicabilidade

Grupos da ESPM pesquisaram comunicação do cliente, dos concorrentes e estudaram referências

Thaís Monteiro
5 de novembro de 2019 - 14h16

O Hotel Unique, em São Paulo, foi palco na semana passada não só da entrega dos prêmios do Effie Awards Brasil, mas também da celebração dos universitários premiados na terceira edição do Effie College. Foram premiados quatro grupos de estudantes, pelos projetos desenvolvidos para cada uma das marcas patrocinadoras: Fiat, Magalu, McDonald’s e Skol. Confira os cases desenvolvidos aqui.

 

(Crédito: Denise Tadei)

Pela primeira vez, estudantes de fora de São Paulo estão entre os vencedores: Emanuelle Canielas, Júlia Rebelo, Fernanda Sanchis e Eduarda Soligo Ré, da ESPM do Rio Grande do Sul, que atenderam ao briefing de Magalu. “Além de toda a experiência proporcionada durante a resolução do case, chegar à final nos trouxe a oportunidade de mostrar nosso trabalho para o mercado. Para nós, estudantes de Porto Alegre, ter contato com as maiores agências e anunciantes do País é uma experiência inesquecível”, diz Fernanda.

Os projetos vencedores foram diversos em suas ideias: dois sugerem lançamentos de produtos, um recomenda parceria entre diferentes empresas em prol da conveniência ao consumidor e outro coloca personagens da campanha para dialogar com o público-alvo na mídia digital. Todas as ideias com alta dose de aplicabilidade. “Queremos levar algumas dessas ideias para a rua”, adianta Marcelo Ferronato, head de consumer marketing e mídia do McDonald’s. A afirmação encontra eco no critério de desempate ao qual recorreu Gabriela Gallo, gerente de marketing da Skol, para escolher o seu case vitorioso: “Pensamos assim: qual desses projetos lançaríamos amanhã?”, conta.

 

Giovanna Abreu, Patricia Nakao, Roberta Lesa e Laura Aires desenvolveram novos sabores para Skol Beats (Crédito: Gustavo Porto)

“O Effie College nos proporcionou uma perspectiva diferente do que é propor um planejamento estratégico, entender problemas reais de empresas, e estar em contato com um ambiente competitivo, nos dando uma visão e entendimento mais amplo do mercado que vamos entrar no futuro”, opina Patricia Nakao, aluna da ESPM São Paulo, da equipe vencedora de Skol, composta ainda por Roberta Lesa, Giovanna Abreu e Laura Aires. Patrícia diz que sua equipe começou o projeto pensando em uma pesquisa com o público e o que os leva a consumir produtos concorrentes. De acordo com Gabriela, da Skol, o projeto se destacou pela inovação, entrega criativa e coerência com o contexto e posicionamento da marca Skol Beats. “É de extrema importância as marcas e produtos expressarem o que o consumidor sente. A provocação mais legal desse case foi linkar, diretamente, o emocional com o funcional na entrega”, afirma a gente de marketing.

 

Fernanda Sanchis, Emanuelle Canielas, Julia Rabelo e Eduarda Soligo Ré criaram um plano de comunicação para um serviço de operadora de telefonia da Magalu (Crédito: Gustavo Porto)

Outro projeto que criou produtos foi o da ESPM RS, que atendeu Magalu. O grupo conta que esta foi a primeira vez que tiveram a oportunidade de criar uma estratégia do início ao fim para um grande anunciante. “Em pouco tempo, foi necessário mergulharmos na experiência Magalu. Para isso, fomos ao ponto de venda, fizemos bastante pesquisa online, conversamos com vendedores e consumidores. Magalu é uma marca muito inovadora, então precisamos realmente entender todas as manifestações da marca, e as ações que ela já tinha realizado, para conseguir criar algo novo, que fosse estratégico e criativo ao mesmo tempo”, explica Fernanda. “A entrega do trabalho foi feita de ponta a ponta, isto é desde a estratégia até a execução de peças-chave. O grupo trabalhou em cima de uma tensão cultural que existe em torno do serviço prestado pelas operadoras de telefonia e apresentou o Maga + como a solução do problema”, justifica Ana Paula Rodrigues, gerente de marketing do Magazine Luiza.

 

Laísa de Melo Brito, Jonhy Yu, Luísa Moura e Luna Araújo criaram uma campanha cujos personagens se desenvolviam em chatbots para Fiat (Crédito: Gustavo Porto)

O desafio de Fiat foi conquistado pelos alunos Luísa Moura, Luna Araújo, Jonhy Yu e Laísa de Melo Brito, da ESPM SP, que criou bots de personagens das campanhas. Diz Luísa que a escolha por criar chatbots no WhatsApp partiu de uma inspiração da ação de lançamento da série Dilema, da Netflix, em que foram divulgados números de telefone dos personagens para o público ser instigado a assistir à serie ao dialogar com eles. Outras referências foram as assistentes virtuais Lu, do Magazine Luiza, e Bia, do Bradesco. “Um dos maiores desafios foi entender a jornada do consumidor e, a partir disso, pensar numa estratégia adequada, já que nenhum de nós jamais tinha comprado um carro. Além disso, adaptar a narrativa que construímos ao formato da entrega, que é muito diferente de uma apresentação de slides ou uma prancha de ideia, como estamos acostumados”, afirma a aluna.

 

Gustavo Nigro, Giovanna Matiazo, Dalila Caldas e Julia Rezende pensaram em diversas parcerias para trazer vantagens aos clientes do McDonald’s (Crédito: Gustavo Porto)

Também pensando na conveniência do consumidor e no uso intenso de plataformas digitais, o projeto dos alunos Dalila Caldas, Giovanna Matiazo, Gustavo Nigro e Julia Rezende ganhou o desafio de McDonald’s. A proposta é de uma série de parcerias da rede de fast-food com serviços de transporte, delivery e aplicativos de rota para gerar novas experiências aos clientes “O pilar escolhido foi conveniência, e eles trouxeram ideias de parcerias inovadoras para matar a fome de Méqui da forma mais rápida e conveniente possível”, justifica o head Marcelo Ferronato. De acordo com Gustavo Nigro, integrante do grupo, o contexto atual da marca foi levado em consideração. “O principal desafio foi pensar em um conceito que respondesse e se comunicasse com o público desejado, mantendo também o contexto atual da marca. Ao conseguirmos pensar no conceito criativo e inovador, o resto ficou muito mais fácil, diz.

**Crédito da imagem no topo: Gustavo Porto

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marcelo Ferronato

  • Luísa Moura

  • Luna Araújo

  • Jonhy Yu

  • Laísa de Melo Brito

  • Júlia Rebelo

  • Eduarda Soligo Ré

  • Dalila Caldas

  • Giovanna Matiazo

  • Gustavo Nigro

  • Julia Rezende

  • Patricia Nakao

  • Giovanna Abreu

  • Laura Aires

  • Emanuelle Canielas

  • Fernanda Sanchis

  • Roberta Lesa

  • espm

  • Fiat

  • McDonalds

  • Skol

  • Magalu

  • premiacao

  • Effie

  • Effie College

  • universitários

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”