COO da WMcCann: “Momento é de sugerir ações que tenham impacto relevante”

Buscar

Comunicação

Publicidade

COO da WMcCann: “Momento é de sugerir ações que tenham impacto relevante”

Kevin Zung, COO da WMcCann, frisa importância de rever campanhas e repensar papel dos anunciantes na vida dos consumidores diante da expansão do coronavírus

Isabella Lessa
19 de março de 2020 - 6h00

Antes de entrar em home office, na semana passada, a WMcCann já havia começado a enviar comunicados atualizando seus colaboradores sobre a ascensão do coronavírus no Brasil. O IPG, holding que controla a agência, e o McCann Worldgroup têm compartilhado informações por meio hotsite criado especificamente para o tema. Kevin Zung, COO da agência, diz que o fluxo de informações tem funcionado com o apoio das equipes de tecnologia e RH. Além da dinâmica remota de trabalho, a equipe está lidando com o impacto sobre a produção de campanhas, já que as filmagens na cidade de São Paulo estão suspensas desde a terça-feira, 17, por determinação da prefeitura.

Kevin Zung, COO da WMcCann (Crédito: Divulgação)

M&M – A agência está operando toda em home office? O que muda com esse dinâmica?
Zung –
Estamos operando em home office nos escritórios de São Paulo, Rio e Brasília. É fundamental seguir as orientações do Ministério da Saúde para proteger as pessoas, em especial as mais vulneráveis. Uma resposta preventiva rápida, pode ajudar a termos um retorno também mais rápido as nossas atividades normais. O que muda é o maior uso da tecnologia a nosso favor e uma comunicação que transmita as melhores práticas de home office e produtividade.

M&M – Como os clientes estão reagindo aos impactos do coronavírus?
Zung –
Os clientes estão sentindo impactos imediatos e sendo cautelosos com investimentos. A profundidade disso está variando de acordo com o segmento de mercado, mas ele vai ser sentido por todos, e o nosso papel é ajudar os nossos clientes a entender essa nova realidade de consumo. Essa pandemia já está impactando de forma profunda a vida social do consumidor e isso influencia a maneira como a gente vai conectar as marcas e os consumidores. E eu acredito que as marcas têm muito a contribuir nesse período, mostrando um papel relevante na vida das pessoas e da sociedade como um todo.

M&M – Vocês alteraram de última hora a campanha de algum grande cliente por causa do covid-19? Quais campanhas, quais foram as mudanças e quais foram os motivos? Estão previstas mais mudanças em campanhas e estratégias de comunicação?
Zung –
Como eventos importantes com grandes patrocínios estão sendo cancelados ou adiados, é natural que as campanhas sejam postergadas. Além disso, esse é sim um momento de cautela, de rever o que está no ar, o que está por vir e sugerir ações para que os clientes possam conversar com os consumidores e ter um papel relevante neste momento.

M&M – Quais devem ser os impactos no mercado publicitário brasileiro em curto, médio e longo prazo?
Zung –
A Organização para Economia e Desenvolvimento anunciou, no final de fevereiro, uma projeção sobre o impacto da ascensão do coronavírus. Eles preveem uma possível redução no crescimento econômico global em quase metade, de 2,9% para 1,5%, em 2020. Além disso, o coronavírus vai mudar a rotina do mundo inteiro, definir novas prioridades na vida dos consumidores e anunciantes, mas acredito que quando o ápice passar as coisas devem voltar ao normal aos poucos.

M&M – Quais segmentos devem ser mais afetados neste período de pandemia?
Zung –
O setor de Comércio de Bens, Serviços e Turismo foi um dos primeiros a sentir um grande impacto devido aos cancelamentos de viagens, hospedagens e eventos, mas acredito que todos os setores serão afetados de alguma maneira.

M&M – Quais os aprendizados que a publicidade pode extrair de períodos de crise e imprevisibilidade como este? Isso pode ser benéfico para a criatividade?
Zung –
Primeiramente, em relação as pessoas, o home office mudou a forma de se trabalhar, e podemos aprender cada vez mais a trabalhar de forma produtiva remotamente. Também cito aqui a importância de estarmos lado a lado do cliente e conhecer o seu negócio para entender a vulnerabilidade deste momento e sugerirmos ações que tenham um impacto relevante na sociedade.

*Crédito da imagem no topo: iStock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Kevin Zung

  • WMcCann

  • McCann Worldgroup

  • IPG

  • comunicacao

  • anunciantes

  • Home-office

  • coronavírus

  • covid-19

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”