AO VIVO

Assista ao vivo a transmissão da cerimônia do Caboré 2021

W+K demite 11% da equipe em diversos escritórios

Buscar

Comunicação

Publicidade

W+K demite 11% da equipe em diversos escritórios

"W+K e a Covid-19 chegaram a um impasse; tivemos de fazer algumas escolhas difíceis", declarou a agência ao comunicar as demissões


23 de julho de 2020 - 6h00

Por Lindsay Rittenhouse e Judann Pollack, do Advertising Age

Escritório da W+K em Portland (Crédito: Divulgação)

A Wieden + Kennedy demitiu 11% de sua equipe devido a cortes de investimento dos clientes, segundo apuração do Ad Age.

Nos últimos meses, as reduções de equipes percorreram diversas agências, mas as demissões na W+K, que entre o ano passado e o começo deste ano ganhou dezenas de novas contas – a agência foi eleita Agência do Ano pelo A-List – mostra a extensão do estrago que a crise da Covid-19 provocou na indústria em geral.

“Negociamos isso o quanto pudemos, mas a W+K e a Covid-19 chegaram a um impasse. Quanto tempo isto irá durar cabe a qualquer um adivinhar, então tivemos de fazer algumas escolhas difíceis. Estamos dizendo adeus a pessoas que amamos; 11% da nossa rede. Alguns levantaram suas mãos para ir embora, ajudando a salvar o trabalho de outros. Alguns receberam más notícias graciosamente. Voluntários ou não, todos receberam o aviso da forma mais suave possível. Todos eles são perdas para a gente. Sorte de qualquer agência que os receba”, disse a agência, em comunicado.

Com sede em Portland, a rede independente tem escritórios em Amsterdã, Délhi, Londres, Nova York, São Paulo, Shangai e Tóquio. A agência tinha 1.522 funcionários no final de 2019, de acordo com o Ad Age Datacenter. O portfólio da agência inclui clientes como Coca-Cola, Nike, Anheuser-Busch InBev, Ford, McDonald’s e KFC.

A W+K está longe de estar sozinha. Recentemente, o Havas Group demitiu entre 150 e 200 funcionários nos escritórios de Boston, Chicago e Nova York. Também fizeram cortes as agências Edelman, Saatchi & Saatchi, VaynerMedia, Weber Shandwick, Golin, GroupM, BBH, Johannes Leonardo, R/GA, Wasserman, CP+B, McCann, Grey, MullenLowe, Giant Spoon e Anomaly. WPP, Omnicom, Publicis Groupe, Interpublic e Dentsu Aegis Network have also também efetuaram afastamentos e demissões.

O escritório da W+K em Nova York, que antes operava à sombra da operação de Portland, começou a andar com as próprias pernas recentemente, graças a conquista de clientes importantes em 2019, como a conta criativa do McDonald’s, que era da DDB, além de Bud Light e Ford.

Publicidade

Compartilhe