Instagram lança primeira campanha de grande escala no Brasil

Buscar

Comunicação

Publicidade

Instagram lança primeira campanha de grande escala no Brasil

Comunicação conta com a participação dos principais ativos da plataforma -- os creators e usuários

Thaís Monteiro
19 de outubro de 2021 - 16h00

“Você que faz” é o mote da primeira campanha maciça do Instagram no Brasil. Feita com a Africa e a produtora MyMamma Entertainment, a comunicação retrata o Instagram como parceiro do usuário na sua jornada de inspiração até a realização de uma ideia, ressaltando a criatividade brasileira. A campanha conta com três fases e irá envolver usuários na criação de conteúdo.

 

(Crédito: Divulgação/Instagram)

A comunicação é, por sua vez, inspirada no alinhamento estratégico de consistência global da plataforma. A intenção é comunicar como o Instagram ajuda na expansão de horizontes, como fonte de inspiração e, de certa forma, é uma plataforma por onde os usuários ditam a cultura emergente, seja em termos da moda, cultura social ou empreendedorismo.

À ela foi adicionada um “tempero local”, define Bernnardo Bonnard, gerente de consumer marketing do Instagram. “Diferente dos outros países, vemos no Brasil uma cultura empreendedora e de reciclagem, que é juntar duas coisas diferentes e construir uma nova. Entendemos esse insights e vemos o usuário como uma pessoa que quer ter o controle da sua vida, informação e identidade, e descobre que o Instagram é um parceiro. Ele ajuda a construir comunidades”, explica.

As peças trabalham com o que o executivo chama de “Ciclo de Identidade”, que seria a jornada desde que o usuário é exposto a um estímulo até a realização de algo com ele, o que pode tornar uma inspiração para outra pessoa, adicionado a infinita exposição a novos estímulos.

O filme principal da campanha, que vai ao ar na quarta-feira, 21, acompanha um jovem na trajetória de fazer um novo corte de cabelo. Ele se inspira por usuários na rede, busca #CorteNaRégua para ver referências, compartilha fotos dos amigos que se encontraram com a mesma estampa de roupa animal print nos Stories e o resultado dessa busca toda é um corte inspirado em todos os pontos de contato dele: um corte na régua, com a parte raspada colorida com o gradiente de cores do Instagram e com estampa de animal print. A trilha musical do vídeo também tem inspiração brasileira, com Tom Zé e notas de funk e trap.

Além desse filme, de título “Cabelo”, há mais cinco narrativas no formato vídeo com temas que são importantes para o brasileiros. Esses temas foram selecionados por pesquisa de data science. Os filmes serão exibidos no Instagram, em TV aberta e por assinatura. No Instagram, o ele ganha diferentes versões conforme os formatos da plataforma, apostando na interatividade. “Em casa de ferreiro, o espeto tem que ser de ferro”, brinca Bonnard.

Também na quinta-feira, 21, criadores de conteúdo da plataforma começam a repercutir a campanha em suas páginas pessoais no Instagram e peças de mídia out-of-home começam a tomar cidades de todo o País com peças estáticas e dinâmicas com imagens dos mesmos influenciadores da plataforma, que também participaram da criação da campanha para que ela tivesse a cara do Instagram.

Mas, antes disso, a campanha tem um warm up a partir do que os usuários chamam de challenge. O DJ Papatinho criou um beat para a campanha com os sons que mais o inspirou durante sua carreira e publicou nesta terça-feira, 19, no seu Instagram, convidando os usuários para o #VocêQueFazChallenge, em que eles podem criar coreografias ou novas músicas a partir do beat. Demais criadores foram convidados a engajar na trend, que acontece no Reels. A ginasta Rebeca Andrade criou uma coreografia e o cantor de rap L7nnon postou uma rima sobre o desafio. O Instagram ainda criou um filtro inspirado na lâmpada Sunset, que tem as mesmas cores da plataforma, para usuários e criadores usarem nos Stories.

A comunicação acontece até 19 de dezembro. Neste primeiro momento, a plataforma quer fazer barulho e depois irá iniciar uma fase de sustentação com maior participação dos criadores. Em uma etapa mais adiante, as peças de mídia OOH irão exibir o conteúdo que usuários criaram quando engajaram com a campanha. Um bot criado pelo Instagram irá identificar os conteúdos, entrar em contato com o usuário e ver se ele concorda em ter sua produção exibida nas peças pelo País. Essa parceria com os criadores e usuários visam acolher todos os participantes da plataforma. “É uma campanha construída há 12 mãos”, diz o executivo.

Essa não é a primeira campanha do Instagram no Brasil, pois a plataforma já realizou comunicações sobre as ferramentas da rede social, também criada com a Africa. Mas essa é a primeira campanha que abraça diferentes mídias e por todo o Brasil, além de trabalhar com o contexto local.

“É o primeiro posicionamento que estamos fazendo, mas há uma evolução para se manter relevante. Desde que entrei na empresa, em 2019, o Instagram segue inovando, trazendo emoção para o consumidor e um link com a cultura”, aponta. “Como o principal desafio é fazer as pessoas entenderem o Instagram como espaço para inspirar e reagir, a partir dessa captação vamos entender o que eles esperam de mais”, adianta.

**Crédito da imagem no topo: Divulgação/Instagram

Publicidade

Compartilhe