Pelo 2º ano seguido, Africa e Itaú conquistam Melhor Comercial do Brasil

Buscar
Publicidade

Comunicação

Pelo 2º ano seguido, Africa e Itaú conquistam Melhor Comercial do Brasil

Filme “Alice e Fernanda” foi eleito na terça, 26, pelo júri da 11ª edição da premiação do SBT

Caio Fulgêncio
27 de abril de 2022 - 12h20

Protagonizada pela atriz Fernanda Montenegro e pela bebê Alice, a campanha do banco Itaú, criada pela Africa e exibida no final do ano passado, foi a vencedora da 11ª edição do Melhor Comercial do Brasil, premiação anual realizada pelo SBT. A cerimônia ocorreu na terça-feira, 26, em São Paulo, de forma presencial, depois de dois anos com transmissão virtual.

(Crédito: Reprodução)

Com júri composto por 20 profissionais de agências e representantes de grandes anunciantes do País, o prêmio elegeu os filmes mais criativos veiculados na grade da emissora, em âmbito nacional, durante todo o ano passado. O evento de entrega da estatueta foi conduzido pela apresentadora Nadja Haddad. A Africa e o Itaú também ganharam no ano passado.

O diretor de negócios e marketing do SBT, Fred Müller, comemorou o fato de o encontro ser presencial e disse que a premiação reforça o empenho da emissora em incentivar a criatividade brasileira. “Para nós, é um momento de muita celebração. A criatividade está dentro da nossa programação e entendemos o valor dela na publicidade. O prêmio existe para reconhecer isso”, ressaltou.

Primeiro, foram exibidos os dez comerciais finalistas, extraídos de uma longlist com 30 filmes, previamente divulgada pelo SBT. A votação final ocorreu durante o evento. Além da estatueta, os vencedores – agência e anunciante – ganharam viagem para o Festival Internacional de Publicidade de Cannes, na França, marcado para junho.

Para Alexandre Peralta, diretor executivo de criação da Africa, o prêmio de melhor comercial de 2021 é o reconhecimento de um trabalho realizado a várias mãos. “É uma felicidade grande porque essa campanha extrapolou os meios, repercutiu entre as famílias, entrou nas conversas e isso é muito precioso para quem faz propaganda. As pessoas precisavam virar o ano com esperança e acho que era uma mensagem necessária naquele momento”, acrescentou.

Além da comercial ganhador, a Africa concorreu com “Autógrafo”, também para o Itaú. A AlmapBBDO foi finalista com três vídeos: “Camaro” e “Sheila”, ambos para a Elo; e “Explicações”, para O Boticário. Galeria concorreu com “Arco-Íris”, para a Vivo; e com “Destinos”, para o McDonald’s. A Wunderman Thompson entrou na final com “I am what I am”, para a Amstel, e a Publicis com o comercial “Vagalumes”, feito para o Bradesco.

Publicidade

Compartilhe

Veja também